Yuka Takaoka

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
Yuka Takaoka
Yuka.jpeg
Yuka Takaoka.
Nome realYuka Takaoka
ApelidosYandere da vida real
Nascimento28/01/1998 (23 anos)
OcupaçãoPresidiária
Ex-garçonete

Yuka Takaoka (高岡由佳), chamada de "Yandere da vida real", é uma japonesa que, em 2019, esfaqueou seu namorado ao ver fotos de outra mulher no celular dele. Ela é considerada a criminosa mais bonita do Japão.

Crime[editar]

Yuka Takaoka ligando para sua amiga.

Antes do ocorrido, Yuka Takaoka morava com seu namorado Phoenix Luna num apartamento em Tóquio; os dois também trabalhavam juntos. No dia 23 de maio de 2019, eles discutiram após Yuka ver uma foto íntima do rapaz com outra mulher. Ela então o esfaqueou no abdômen e, enquanto estava caído ao chão em uma poça de seu próprio sangue, Yuka se sentou ao seu lado, acendeu um cigarro e ligou para uma amiga.[1]

Prisão[editar]

A Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu Yuka aproximadamente às 15:50, horário local. Durante o interrogatório, ela teria dito "Como eu o amava muito, eu não pude deixar de fazer isso. Após matá-lo, eu também queria morrer". Phoenix ficou por um tempo internado em estado grave, mas sobreviveu ao ataque de sua (agora) ex-namorada. Diante da polícia, Yuka sorria constantemente para as câmeras, não demonstrando nenhum remorso ou culpa pelo que fez, apenas tranquilidade e frieza.

Condenação[editar]

No dia 3 de dezembro de 2019, Yuka foi condenada por tentativa de homicídio. Seu ex-namorado, já recuperado, aceitou seus pedidos de desculpas no valor de 5 milhões de ienes (equivalente a R$193.545 à época[2]) e disse não sentir nenhum remorso dela, além de pedir desculpas por tê-la traído e pedir para o juiz lhe dar uma punição mais branda. No fim das contas, Yuka foi condenada a 3 anos e seis meses de prisão e deve ser libertada entre 2023 e 2024.

Galeria[editar]

Salsa