Este artigo tem relação com chans. Clique aqui para mais informações.

Wallace de Jesus Barroso

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
Wallace de Jesus Barroso
Wallace de Jesus Barroso.png
Nome realWallace de Jesus Barroso
ApelidosPretallace, MAGNO (DJ), Aurum Magno, Profeta Final, Negrallace, Kantinguele do Olodum, Macacallece.
Nascimento15/01/1996 (25 anos)
OcupaçãoDJ, produtor de eventos, sócio de tabacaria, traficante de drogas
Logo do YouTube transparente.png CanalWallace de Jesus Barroso
Logo do YouTube transparente.png Nº de inscritos3
ResidênciaSão Paulo - SP
Conhecido(a) porSer inimigo de GOEC
Mentir na internet
Outros linksSoundCloud
Twitter
Identidade Estudantil

Wallace de Jesus Barroso, também referido pelo apelido Pretallace e Negrallace, anteriormente conhecido como Profeta Final e Aurum Magno quando ainda era anônimo, é um ex-traficante de drogas,[1] que por ser inimigo de GOEC e de dogoleiros em geral, foi atrelado ao antigo Rio de Nojeira. Alega-se, no entanto, que um tempo depois do Rio de Nojeira ele se aliou ao DPR na sua briga com Technomage.

Wallace já foi detido uma vez, por portar 61 comprimidos de Ecstasy. Emerson diz que ele era aliado de Psy, e que teria feito um acordo com ele para traficar as drogas.

Ele fez parte do grupo Homens Sanctos e era conhecido na internet por mentir dizendo ser um empresário rico que viajava o mundo todo. Vivia criando inimigos no Orkut e roubando contas do Google pelos blogs que frequentava. Era ainda defendido pelo Chaves Pobretão.

Wallace era conhecido no Dogolachan por pescaria e samefagotagem. Ele floodou o Dogolachan várias vezes com CP, após a administração (DPR, Psycl0n, Technomage, GOEC) negar proibir que postassem seu nome e foto no /b/. O macaco floodou tanto que chegou ao ponto da administração aceitar CP por meses graças a Wallace.

História[editar]

Antes de 2017: Homens Sanctos e Blogspot[editar]

No tempo do Orkut, o Wallace fez parte do Homens Sanctos, onde postava jorgices e fazia raid contra outras comunidades do Orkut.

Em 2014, o Wallace era conhecido por blogueiros pelo nome de "Aurum Magno". Ele costumava gerar flamewar em comentários dos blogs, xingando as pessoas e se gabando, iniciando discussões e brigas e por isto foi banido de vários blogs na época. O único que aceitou as postagens autistas do Wallace foi o Chaves Pobretão. Por algum motivo, Chaves deixava o Wallace gerar o flamewar a vontade, e sempre quando Wallace era refutado nas discussões, Chaves apagava os posts e bania o usuário para deixar Wallace como o vencedor da discussão. Supostamente, Chaves fazia isto para que o seu público visitasse o Silvio Koerich, dando mais atenção ele (também há teorias de que Chaves Pobretão seja na verdade o próprio Silvio Koerich).

Wallace dizia que fazia sexo com mais de 2 garotas em um só dia, dizia ser um gênio milionário que investia em projetos grandes dentro e fora do Brasil e que seu QI era acima da média, que já viajou para todo o mundo e que já fez sexo até com atrizes famosas, o que gerava muito butthurt. No blog do anônimo HC ele era conhecido por ficar publicando comentários relatando sobre sua vida pessoal e sobre o seu suposto sucesso como milionário brasileiro, quando alguém xingava ele, ele fazia flood em comentários de todas as publicações do blog.

Recebi a primeira proposta de intercâmbio com 6 anos se não me engano para estudar em um colégio interno americano com tudo pago e de lá entraria direto na universidade Yale (tanto tempo que nem lembro se a grafia é essa) e não fui, acabei o ensino médio com 16 anos e tinha passado em medicina, engenharia e direito da Damásio com bolsa 100% entre outros cursos e não fui e entrei no cursinho, com 17 passei novamente e não fui, esse ano só fui pro ifsp porque meus pais me pediram pra ficar em casa até meu irmão mais novo fazer 18 pra ele não ficar sem rumo na vida

—Wallace

Por algum motivo, Wallace começou a quebrar seu anonimato, falando para todos que seu nome completo seria Wallace de Jesus Barroso, e obviamente a internet não teve dó nem piedade de Wallace. Em uma rápida pesquisa no Google descobriram que Wallace de Jesus Barroso era apenas um favelado, e não, ele não é rico e não é o superdotado que dizia ser. Wallace na verdade é bastante burro, o cara não conseguiu ser aprovado num curso lixo nem como cotista, ficando na lista de espera do curso de administração mesmo tendo se inscrito pelas cotas.

2017-18: Dogolachan e Rio de Nojeira[editar]

Em 2017, ele tentou fazer as graças dele no 55chan, mas rapidamente foi banido. Ele também passou a fazer parte de grupos hackers e dizia ser "Hax0r". Nessa mesma época, ele conheceu o Mercado Negro, um mercado de drogas na Derp Web para o público brasileiro, criado por Technomage e DPR, como ele era traficante de drogas, ele viu no Mercado Negro uma oportunidade para continuar seu negócio de venda de drogas na internet. Wallace e GOEC brigaram após Wallace descobrir que GOEC estava caguetando o Mercado Negro para o FBI, para vê que o Technomage seja preso. Wallace e GOEC trocaram vários xingamentos pelo Reddit.

Nessa mesma época, GOEC começou a falar sobre o Wallace no Dogolachan e também passou a dizer que iria atrelar o Wallace. Ele então passou a attwhorar no Dogolachan, onde postava foto do que estava comendo e falava fazer parte do Anonymous, além de ficar xingando o Psy. Logo Psy se cansou de ter que lidar com as merdas do Wallace que consistia em querer prejudicar o Dogolachan, e então Wallace foi banido. Quando isto aconteceu, ele se juntou ao Gustavo Guerra para floodar CP no Dogolachan todos os dias. O cara postou tanto CP que nem a moderação do Dogolachan estava conseguindo lidar com estas raids e então deixaram o CP liberado por algumas semanas.

Wallace tentou se aliar ao Kyo, quando Kyo ainda estava brigando com o Psy após ter sido expulso da moderação do Dogolachan e substituído pelo Technomage na moderação. Por recomendações do GOEC, Kyo não se aliou ao Wallace e passou a banir ele do /firechan/.


No início ele conseguiu bastante clientes, até que surgiu dois anônimos chamados Mr. Pills e Mordekai, roubando todos os seus clientes, desta vez com drogas de qualidade. Wallace, com inveja, armou uma armadilha com o FBI para o Mr. Pills, fazendo ele ser preso. A conta principal de Wallace no Mercado Negro foi banida por Technomage depois deste caso.

Depois, Wallace, com raiva, quis sabotar o Technomage e o Mercado Negro. Inicialmente ele aplicou Scam em alguns clientes e depois jogou a culpa no Technomage, despertando a fúria de hackers que depois descobriram que Technomage realmente tinha aplicado spam com perfis falsos e planejava dar um exit scam no Mercado. Depois, Wallace doxxou o Technomage e expôs para quase toda a Derp Web a verdadeira identidade de Technomage. GOEC fez doxxing dele e de sua família, além de os ameaçar de morte. GOEC ainda chegou a enviar uma ameaça ao Instituto Federal onde Wallace estudava, dizendo que caso a matrícula dele não fosse cancelada, uma bomba de 200kg de TATPWikipedia's W.svg seria detonada lá.[2]

Banner do Rio de Nojeira

Em dezembro de 2017, GOEC criou o site Rio de Nojeira, onde tinha postagens com apologias a racismo, pedofilia, misoginia, genocídio e violência, tudo escrito em nome de Ricardo Wagner e do youtuber Izzy Nobre, ambos desafetos de dogoleiros. O acesso ao site gerava MONERO (XMR), dinheiro criptografado e não rastreável, aos criadores, utilizando a ferramenta CoinHive.

Ao final de janeiro de 2018, o site foi alvo de ações da Polícia Federal e bloqueado em provedores como NET Virtua conforme uma ordem judicial, decisão inédita na história da internet no Brasil. Devido à tamanha incompetência dos envolvidos, acabaram bloqueando outros 28 milhões de sites junto, incluindo o pastebin.[3]

Banner falso declarando a apreensão do site pela Polícia Federal

Entre 25 de janeiro e 1 de fevereiro, o conteúdo do site foi substituído por um banner (foto ao lado) comunicando apreensão pela Polícia Federal e colocando uma foto de Wallace de Jesus Barroso como se fosse o dono. Logicamente o banner é falso, uma vez que a polícia não colocaria o autor do site exposto dessa forma. Obviamente, isto foi feito para atrelar Wallace.

Na época, ele tentou se aliar ao Jeans Wyllys e a Lola Aronovich, contando sobre os ataques que estava sofrendo dos dogoleiros e dos Sjws que acreditavam que ele era o dono do Rio de Nojeira. Ele não conseguiu se aliar a nenhum desses dois, na verdade ele nem obteve respostas.

Ele teve que ir se explicar na delegacia, e com essa oportunidade disse que estava sendo vítima do GOEC e do Dogolachan por ser negro, e que outro envolvido nos ataques seria o Bryan William Lopes, homem que acreditavam ser o Kyo. Kyo parece ter tido um breve envolvimento online com Castora (Julia Busse), usuária carioca do Dogola, em algum momento entre 2015 e 2016. Kyo forneceu o nome falso de Bryan para sua "webnamorada", que ele chamava apenas de "J.", e disse a ela que morava em São Bernardo do Campo.[4] Isso causou a confusão com os nomes descrita acima.

Castora no Dogolachan, na sua fase misândrica, relatando de forma sardônica suas experiências com Kyo e Gustavo Guerra

Segundo relatos, Castora seduziu Kyo com segundas intenções. À época, ela nutria um ódio de homens pois seu namorado a traía com prostitutas, então um dos objetivos dela era provar que Kyo não era misógino e que a misoginia não era real. Quando ele já estava caidinho, Castora começou a praticar bullying contra ele, pegando prints dele se humilhando, dando-lhe o apelido de Cuckyo e Cornyo, chamando-o de "pardo burro" e inclusive induzindo-o ao suicídio, tendo quase comprado para ele um exit bag (saco plástico para suicídio com asfixia e gases). Esse bullying durou cerca de 18 meses. A certo ponto, Castora fez Kyo revelar sua identidade e gravar certos vídeos.

Lola Aronovich fez questão de publicar em seu Twitter que esse Bryan era o Kyo, que ela também acusou de ser o dono do antigo Dogolachan. A polícia anexou no inquérito a ficha de identificação civil de Bryan, bem como um print de seu perfil no Facebook e um print do tweet de Lola que o acusava de ser Kyo. A ficha de Bryan comprova que a acusação de Lola é falsa: Além de ser fisicamente bem diferente do Kyo que aparece nos vídeos, Bryan é negro e tem um filho.[5] Bryankyo.png

Bryan sofreu ataques de SJWs no Twitter, perdeu o emprego e supostamente foi linchado na rua. Bryan chegou a tomar um Mandato de Busca e Apreensão, e teve suas impressões digitais recolhidas no DECRADI, onde foi humilhado e ainda teve de ser monitorado em tempo real. Bryan se matou, deixando pra trás uma família.

2019-20: Dogola Onion[editar]

Dogola Deep Web.png

Em julho de 2019, Wallace se aliou ao DPR para atrelar o Technomage.

Atrelados.jpeg

DPR começou a apunhalar o travesti, chegando a dizer que ele moderava a board /loli/, de Pornografia Infantil. Technomage teve fotos e dados expostos e se tornou um inimigo do chan.

Wallace vazou várias conversas no Dogolachan que teve com Technomage entre 2017 a 2018, nas conversas Technomage falava sobre o Mercado Negro, sua vida pessoal e o Bullying que sofreu na escola quando criança.

E-mail de Technomage comunicando sua prisão.
Thread sobre a prisão de Technomage no Magalichan, que causou um grande alvoroço na userbase.

Em meio a uma operação policial contra vários dogoleiros, Technomage foi preso pelo GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no dia 8 de janeiro de 2020 e solto no dia 13, quando foi postado no Magalichan um screenshot de um e-mail mandado por ele às mods do Magali comunicando que esteve preso por cinco dias e planejava se churrascar com veneno e transmitir ao vivo.

No dia 19 de janeiro, Technomage postou no Realchan que seu celular foi apreendido em um MBA, e que as chaves do SSH estavam nele. Ainda de acordo com Technomage, eles estavam indo atrás de qualquer um que tenha o nome exposto no Dogolachan, completamente perdidos na investigação. Mallone Morais e Breno Alves também ficaram alguns dias na prisão em decorrência dessa mesma operação.

No Realchan, foi criada uma board para conter os dogoleiros, chamada /casinha/, mas em pouco tempo ela foi deletada e os dogoleiros foram expulsos, pois ninguém de lá gostava deles. Suspeitam que a board era apenas um honeypot para pescar criminosos para a PF.

Post explicando porque deixaria o mundo dos chans

No dia 26 de fevereiro de 2020, Technomage anunciou que tinha deixado de lado a ideia de se matar e que em vez disso iria abandonar o universo dos chans, passando a VPS do Realchan e do Magalichan para uma hacker conhecida como CKW. Nesses mesmos dias, IPs do Rio de Janeiro fizeram algumas modificações neste artigo da Wikinet. Parecia que estava tudo bem, porém...

Atestado de óbito

No dia 29 de maio de 2020, foi revelado através de chans que Technomage tinha morrido há mais de dois meses, o motivo pelo qual tinha desaparecido da internet desde o começo de março. Uma pesquisa de seu nome pré-transição nos dados de nascimentos e óbitos do site da Justiça do Rio de Janeiro confirma que ele morreu no dia 4 de março de 2020. Alguns dogoleiros duvidam da morte, mesmo estando num sistema oficial do governo, e dizem que foi tudo forjado e que Technomage já havia tentado o mesmo artifício em outra ocasião.

A causa da morte não foi divulgada, mas especula-se que possa ser suicídio, já que falava o tempo todo em se churrascar enquanto ainda aparecia. Technomage viveu dentro da expectativa de vida de 30 anos de uma pessoa trans. As estatísticas não mentem.

No mesmo ano de 2020, Wallace ameaçou "ativar as biribas" (quando ele diz isso, ele quer dizer que vai destruir tal ambiente atraindo usuários indesejados e com flood de material ilegal, como CP) para a board do Dogolachan no Endchan depois que citaram seu nome lhe zoando. Os dogoleiros continuaram citando seu nome e ele não fez nada, então feijoada.

2021: Wallace na Wikinet[editar]

Em 7 de junho um anônimo, possivelmente o Wallace, com o IP 185.56.138.220, fez uma edição nesta página para retirar o nome de Pretallace nos apelidos e adicionar Mitollace, Sancto, Herói, Mito e Segundo Messias, obviamente por puro attwhorismo

Ver também[editar]

Salsa


4chan logo.png

Wallace de Jesus Barroso faz parte de nossa série de artigos sobre
chans
Visite o Portal:Chans para mais artigos do gênero.