Este artigo rem relação com rede sociais. Clique aqui para mais informações.

Orkut

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
Children-404 logo.png
BALEETED

Este artigo se refere a algo que não existe mais (como um site deletado) ou contém informações desatualizadas, refletindo o estado de algo no passado.

Under-construction.jpg
ATENÇÃO: ARTIGO EM OBRA
Esta predefinição foi inserida nesta página pois o autor deste artigo engana a si mesmo achando que um dia vai finalizá-lo.
Se já faz muito tempo que esta predefinição foi inserida e não houve novas edições, você já sabe que o autor nunca mais retornará aqui, então considere terminar seu serviço de negro.
Típico menino de 8 anos (e analfabeto ainda mais, e o internetês não é tão desorganizado assim) digitando mensagens de merda no Orkut.

Orkut, também grafado orkut em minúsculo e chamado de Foro de São Paulo nos chans, foi a rede social (à época chamado de "site de relacionamento") mais usada por brasileiros antes do Cancrobook. Criado em 2004 por um turco ex-funcionário do Google para ser uma rede social internacional, foi gradualmente tomado por brasileiros, até que que eles se tornaram maioria lá em poucos anos, obrigando os gringos a migrarem para o MySpace. A popularidade do site começou a decair a partir de 2011 (quando todos começaram a migrar para a rede do Zuckerberg), o que culminou com o fim definitivo do site em 2014, completando 10 anos de existência.

O Orkut é até hoje lembrado por suas funções e traços únicos, muitas das quais deixaram de existir nas redes atuais. Mas como era habitado principalmente por brasileiros, era também um lugar onde você encontrava todo tipo de merda.

História[editar]

Primeiros scraps do Orkut.
FORO DE SÃO PAULO.

O início[editar]

O nome Orkut vem do criador do site, um turco chamado Orkut Büyükkökten (não me pergunte como se pronuncia isso!), que era empregado do Google e criou o site quando estava coçando o saco no trabalho - daí que o Orkut ficou sendo do patrão, e não do empregado.

O Orkut era, inicialmente, uma rede social feita para americanos, mas, por ser tão fácil de usar que até macacos podiam criar perfis, os americanos ficaram com o MySpace e Facebook deles. O Orkut foi a maior revolução da Internet brasileira. Em 2004, quando se popularizou, o famoso MSN foi popularizado junto, e por muito tempo era apenas isso que tinha na merda da Internet brasileira. Triste. (Nem ouse levar os memes tipos de carinha em conta.)

Como já foi dito, o Orkut foi criado pelo turco Orkut Büyükkökten (da hora colocar o seu nome em uma rede social), em uma pausa para o café dos serviços escravos do Google, com o objetivo de "conhecer novos amigos". De fato, ele disse em uma entrevista que é um saco fazer novos amigos na vida real, e que fazer isso na frente da tela de um computador é muito mais fácil legal! Então foi aí que ele teve a ideia de fazer o Orkut.

Segunda fase[editar]

Por muitos anos, o site foi o principal (e praticamente o único) site de relacionamento usado por brasileiros e brasileiras. Por causa da alta frequência de brasileiras na faixa dos dez a doze anos, o site também era muito visitado por indianos (do país asiático Índia, e não dos índios americanos). Isso porque a cultura da Índia tem uma coisa muito escrota: os pais são obrigados a pagar um dote quando a filha casa, então os pais indianos praticam o infanticídio feminino. Com isso, existem dezenas (ou talvez centenas) de milhões de indianos que nunca vão conseguir pegar mulher, e ficam no sufoco para achar qualquer coisa. O que eles não sabem é que 90% das meninas brasileiras oferecidas que ficam de charme com eles são brasileiros homens filhos da puta, tirando sarro com o pobre coitado.

O Novo Orkut[editar]

O Novo Orkut foi uma versão foleira, mal feita e mal projetada do Orkut criada para tentar competir com o Facebook, mas que deu tremendamente errado. O Novo Orkut acrescentava novas funções de merda similares às do Facebook e um layout horrível que também lembrava o layout do Facebook (a diferença é que o layout do Facebook dói menos de se usar). A versão antiga era de fato melhor. Claro que tinha que carregar uma página nova a cada fodendo link que você clicava e no Novo Orkut não precisava disso, mas a página não se atualizava e você tinha que clicar no reload do browser ou apertar F5, o que daria merda no servidor do Orkut, mas só assim para poder ver a versão atualizada da página. Agora tá explicado o porquê do Orkut ter falido.

Declínio[editar]

Por causa da alta frequência de brasileiros, e para evitar as merdas que as grandes corporações americanas fazem para impor censura e cercear a liberdade de expressão, o Orkut, que era parte do megaconglomerado Google, teve sua sede transferida para Belo Horizonte, no Brasil.

Se bem que quando a "justiça" brasileira ia em cima do Google querendo que eles fizessem alguma sacanagem contra usuários do Orkut, a desculpa do Google era que o site estava hospedado nos Estados Unidos, portanto foda-se a justiça brasileira.

O fim[editar]

Depois de seis longos anos, os brasileiros descobriram que havia uma outra rede social além do orkut, chamada Facebook, e quando fizeram tal descoberta foi um desastre: 90% dos orkuteiros viraram facebookeiros e foram cagar na rede social do "Homem do Ano". Triste e interessante ao mesmo tempo.

No dia 30 de setembro de 2014, após 10 anos, o orkut foi tirado do ar oficialmente pelo Google. Um arquivo foi criado contendo várias comunidades para não se perder o conteúdo valioso que o Orkut nos disponibilizou ao longo dos anos, e que nenhuma outra rede social poderá disponibilizar. Mas o Google resolveu trollar todo mundo e deletou o arquivo dois anos depois, cagando e andando para a preservação da história. Inventaram uma baboseira sobre privacidade, mas é óbvio que não deletaram nada, apenas esconderam para evitar mais processos. Felizmente, uma parte do arquivo foi transferida para a Wayback Machine.[1]

Orkut Büyükkökten, o criador do site, saiu da Google e resolveu criar uma nova rede social, o Hello, lançado em 2016.[2] Enquanto isso, o Google+, rede social falha que o Google forçava desde 2011 como sucessora do orkut e ninguém usava por mais de cinco segundos, finalmente foi fechada em 2019.[3]

Clones[editar]

Depois que o orkut acabou, surgiram diversos clones que ninguém deu uma foda. O mais recente deles foi o orkut.br.com, lançado em 2017, mas só perceberam a existência dele em março de 2020, quando saiu o app para celular. Tomados pela nostalgia, os brainlets instalaram o app, fornecendo sem nenhuma preocupação os seus dados pessoais para um completo desconhecido.[4] Fora isso, ele é semelhante pra caralho e tem as velhas comunidades como No Escuro e Eu Odeio Acordar Cedo. Esperamos o retorno do Gordoidão e do Emerson em breve.

Usuários[editar]

A maioria dos usuários do Orkut eram macacos brasileiros, mas por que será que isso acontecia? Será que é porque o Orkut era tão fácil de mexer que até você consegueria criar um perfil? Ou porque o Google forçou essa merda de rede social no início e, como o Google era a home page de 90% dos brasileiros, eles resolveram entrar nela? Ou será que é porque o MeuEspaço era complicado demais para os brasileiros? Ninguém sabe.

Os brasileiros foram os que foderam completamente a rede social e fizeram dela um lugar insuportável para se conectar. A maioria deles repassavam scraps de merda feitos em BBCode achando que fazendo isso seriam inteligentes (e inclusive achando que BBCode é HTML), e é claro, aqueles GIFs escrotos de sites exclusivos para isso (sério, que tipo de site se dedica exclusivamente a fazer GIFs para serem repassados em scraps do Orkut? Puta que pariu).

Um dos passatempos favoritos de usuários do Orkut com menos de 12 anos era brincar de fake. Um fake é aquele perfil em que a criança usa a foto de um personagem de desenho, série, filme, etc, no perfil, coloca na localização "Fakelândia", "Faketópolis" ou similares, e sai por aí em comunidades fakes tentando acumular a maioria de amigos fakes adicionados e comunidades inúteis em que participa. Fakes do orkut não tinham interesse em conhecer pessoas, pois a maioria deles eram retardados de merda que, obviamente, mentiam a idade, localização, sexo e não eram capazes de desenrolar uma conversa decente com outra pessoa online (então imagina na vida real; deviam ser piores que autistas), e tudo o que eles queriam com os outros eram números para ter bastante amigos e consequentemente crescer seu e-penis.

Os usuários do Orkut costumavam tirar fotos com algum carro usado que o caboclo comprou, gente tirando foto de si mesma com óculos escuros dentro do quarto, casal de pardos se beijando, foto de algum otário usando terno alugado em alguma festa de casamento, fotos tiradas de longe que nem dava para ver quem é a pessoa que estava nela com a data errada impressa em amarelo, uma parda gorda com cabelo oxigenado amarelo, etc.

Hackers[editar]

Quinta-feira passada, o sistema de contas do Orkut era tão vagabundo que você não precisava confirmar seu e-mail. O que aconteceu foi que a maioria dos negros do Orkut inventou e-mails como "[email protected]" sem ao menos ter criado o e-mail no suposto provedor (bol, no caso), e então o h4x0r criava o e-mail, enviava o e-mail de recuperação de senha, ????, profit!

Comunidades[editar]

A maioria das comunidades eram inúteis e só serviam para fazer graça ou definir quem entrava nelas, do tipo "Eu odeio acordar cedo", "Nunca terminei uma borracha", "Tenho medo da véia(o) Quaker" e "Queria sorvete mas era feijão". Além disso, haviam comunidades em homenagem a memes sem graça tais como "Lindomar, o Sub-zero brasileiro" e "Anão vestido de palhaço mata 8". Das comunidades onde realmente se utilizavam os fóruns para discussões, figuravam:

Memes[editar]

Macro popular do Orkut.

Listas de memes famosos oriundos do Orkut.

Bráullio[editar]

Veja mais do mesmo em Bráullio
Bráullio é um jovem corintiano acreano que acertou quase todas as previsões da copa de 2010, dando uma de polvo Paul. Quando as previsões se realizaram, começou virar um meme.

Vão se foderem[editar]

Veja mais do mesmo em Vão se foderem

Galeria[editar]

Exemplos de postagens revolucionárias do Orkut.


redes
sociais


ver
(lista) アメーバブログ 43 Things Amiguinhos ask.fm Badoo BeautifulPeople.com Blip.fm Big Wold Broto Bacana ebaH Facebook DeviantArt Flickr Formspring Friendster Galaxy Google Buzz Google Plus Google Wave Hi5 Hoobbi Instagram Last.fm LinkedIn LiveJournal MSN MySpace Netlog Ning Orkut Panelinha do Bananal Par Perfeito Rate Your Music Reddit Renren Skoob Sonico Threewords Twitter UOLK VK Windows Live Spaces Yahoo 360º


ver
História da Internet e da Web
Internet history6.gif


Precursores: ARPANET Usenet CompuServer Gopher


Navegadores antigos: WorldWideWeb Mosaic Netscape Internet Explorer


Sites e serviços antigos: BBS Geocities Orkut MSN Flickr


Salsa