Este artigo tem relação com chans. Clique aqui para mais informações.

Kyo

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar

Nota: Para o personagem da série de videogames The King of FightersWikipedia's W.svg, veja Kyo Kusanagi.

Nota: Para a nipo-brasileira natural de Brasília e residente em Goiânia, veja Kyo (deRuy2er).

Kyo
FuegoSancto.jpeg
Nome realAndré Luiz Gil Garcia
ApelidosFuego Sancto, Cuckyo, Cornyo, Quil, KY
Bryan (nome falso)
Nascimento17/05/1989
Morte16/06/2018 (29 anos)
Penápolis - SP
OcupaçãoEx-desocupado, não trabalhava e nem estudava. Fez diversos bicos, alguns como servente de pedreiro.
Frag1/1
Altura1,63 m
Kyo tinha depressão e pretendia se matar
Tenho uma mente doentia.

Kyo, também conhecido como El Fuego Sancto, Cuckyo ou apenas KY (Powerword: André Luiz Gil Garcia), foi um NEET e dogoleiro depressivo e diagnosticado com TDAHWikipedia's W.svg (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) que atualmente mora num caixão em um cemitério.

Ele parecia ter um interesse particular no fogo. O seu apelido principal é inspirado em Kyo Kusanagi, um personagem que maneja o fogo, e a board que ele criou chamava /firechan/.

Confusão com nomes[editar]

Kyo forneceu o nome falso de Bryan para uma "webnamorada" relatada apenas como "J.", que provavelmente era a Castora. Ele também disse a ela que morava em São Bernardo do Campo.[1] Um sujeito com o nome de Bryan William Lopes foi localizado em São Bernardo do Campo, mas ele era apenas um servente de pedreiro inocente, que precipitadamente foi acusado de ser o Kyo.

Lola Aronovich fez questão de publicar em seu Twitter que esse Bryan era o Kyo, que ela também acusou de ser o dono do antigo Dogolachan. A polícia anexou no inquérito a ficha de identificação civil de Bryan, bem como um print de seu perfil no Facebook e um print do tweet de Lola que o acusava de ser Kyo. A ficha de Bryan comprova que a acusação de Lola é falsa: Além de ser fisicamente bem diferente do Kyo que aparece nos vídeos, Bryan é negro e tem um filho.[2] Bryankyo.png

Bryan sofreu ataques de SJWs no Twitter, perdeu o emprego e supostamente foi linchado na rua. Bryan chegou a tomar um Mandato de Busca e Apreensão, e teve suas impressões digitais recolhidas no DECRADI, onde foi humilhado e ainda teve de ser monitorado em tempo real. Bryan se matou, deixando pra trás uma família.

Os jornais que noticiaram o assassinato cometido por Kyo colocaram seu nome como "André" ao invés de "Bryan", o que corrobora ainda mais a tese de que seu nome verdadeiro era André.

Biografia[editar]

Antes de 2015[editar]

Comunidade de apoio a Patrícia Moreira no Facebook criado pelo Kyo.

Kyo era uma criança revoltada com o mundo que vivia fazendo discursos de ódio pela internet. Ele postava no Orkut, onde participava das comunidades "Homens Sanctos" e dizia ter sangue espanhol (daí seu apelido "El Fuego Sancto"),[3] e no Twitter. Mais tarde começou a postar também no blog Silvio Koerich até ser banido pelo dono. Ele ajudou a moderar as cópias fakes do Silvio Koerich criadas por Psycl0n e Emerson em 2012 e as manteve por algumas semanas após a prisão dos dois amigos em março de 2013. Kyo chegou a fazer publicações no blog. Skkyo.png

Foi Kyo quem criou o manifesto ACTVM SANCTVM ESTVPRVM, que defendia o estupro contra mulheres putas, lésbicas, feministas etc. para que fossem corrigidas, isto na Homens Sanctos. Kyo chegou a criar comunidades relacionadas ao estupro, como Penetração Corretiva - P.C e Sexo Surpresa. Essa ideia inspirou Psy a fazer publicações defendendo o estupro corretivo.

Quando Psy fundou o Dogolachan, no final de 2013, ele adicionou Kyo como um dos moderadores. Como moderador, foi autor de vários sites jorges. No meio tempo em 2014, Kyo criou e administrou uma comunidade a favor de Patricia Moreira, a gremista racista que xingou o goleiro do Santos Aranha de "macaco" num jogo da Copa do Brasil.

Notícia sobre a página "Apoiamos Patrícia Moreira contra a hipocrisia do Politicamente Correto"

2015–16: Envolvimento com Castora[editar]

Kyo parece ter tido um breve envolvimento online com Castora (Julia Busse), usuária carioca do Dogola, em algum momento entre 2015 e 2016. Kyo forneceu o nome falso de Bryan para sua "webnamorada", que ele chamava apenas de "J.", e disse a ela que morava em São Bernardo do Campo.[4] Isso causou a confusão com os nomes descrita acima.

Castora no Dogolachan, na sua fase misândrica, relatando de forma sardônica suas experiências com Kyo e Gustavo Guerra

Segundo relatos, Castora seduziu Kyo com segundas intenções. À época, ela nutria um ódio de homens pois seu namorado a traía com prostitutas, então um dos objetivos dela era provar que Kyo não era misógino e que a misoginia não era real. Quando ele já estava caidinho, Castora começou a praticar bullying contra ele, pegando prints dele se humilhando, dando-lhe o apelido de Cuckyo e Cornyo, chamando-o de "pardo burro" e inclusive induzindo-o ao suicídio, tendo quase comprado para ele um exit bag (saco plástico para suicídio com asfixia e gases). Esse bullying durou cerca de 18 meses. A certo ponto, Castora fez Kyo revelar sua identidade e gravar certos vídeos. Em decorrência disso, Psy, o então dono do Dogola, acabou brigando com Kyo e o expulsando definitivamente do fórum. Kyo também brigou com Gustavo Guerra. Kyo considerou o Guerra como um pilantra e falso-amigo depois que Guerra se encontrou com a Castora no Rio de Janeiro. Guerra disse que fez sexo com ela e chamou o Kyo de Cuckyo.

Guerra e Castora (1)
Guerra e Castora (2)

Kyo se tornou suicida e continuou assim por anos, tendo fundado um grupo suicida no Facebook que levou à morte de três pessoas.

2016: Volta e segunda saída do Dogola[editar]

No segundo semestre de 2016, voltou ao Dogolachan como moderador, mas em dezembro, os dois acabaram brigando novamente pois Psy já estava de saco cheio da viadagem do Kyo que consistia em criar todos os dias threads sobre a sua tristeza e sobre quanto ele quer se matar. Marcelo o trocou por Technomage na moderação. Puto com tudo isso, Kyo criou o /firechan/, uma board do 8chan, reunindo seus próprios seguidores. Kyo sonhava em criar um chan com endereço próprio para bater de frente com o Dogolachan, mas nunca conseguiu pois era pobre e não tinha dinheiro para pagar a hospedagem e o domínio. Kyo chegou a fazer diversos bicos (alguns como servente de pedreiro), mas não conseguiu dinheiro suficiente. Claver Moraes (outro pobretão) encheu o saco de diversas empresas em Penápolis para que contratassem o Kyo, mas não deu em nada.

Embora ninguém tenha dado uma foda, Kyo tinha diversos vídeos em que falava as merdas que tinha na cabeça, além de um suposto blog que tem apenas uma publicação.

Kyo tentou webnamorar uma otaka espanhola conhecida como TDR7u7, que gravava vídeos dançando e cantando, mas foi rejeitado.

2017: Ataque das Impressoras[editar]

Típicas ameaças que a dupla dinâmica Kyo e GOEC fazia

Junto a GOEC, mandou vários e-mails de assédio e ameaças de estupro para Camila "Cah" Oliveira, professora universitária de Rio Verde, Goiás mencionada com frequência no blog da Lola à época, aparentemente sem nenhum outro motivo. Tudo pelo lulz.

No mesmo ano, Batoré, Sentafria e Kyo atrelaram o Guerra em blogs no WordPress defendendo o estupro e a pedofilia em seu nome, um dos quais se chamava "O Aiatolá do Nazismo". Kyo também criou contas falsas se passando pelo Guerra no Facebook para atacar feministas e pessoas do movimento negro. Guerra chegou a abrir um B.O. contra o Batoré e o Kyo. Guerrabo.png

Kyo e Emma Müller, que até então eram amigos e viviam conversando sobre suicídio no Wickr, acabaram brigando após Kyo descobrir os tweets de Emma onde ela xingava o Kyo de pardo, fracassado e cuckold junto da Castora e Morga Dias. Kyo tinha recebido vários nudes da Emma que até então só estavam sendo compartilhados em panelinhas do Facebook, ele então decidiu postar os nudes em chans, chegando a postar no Firechan pinando a thread. Ele também postou no Dogolachan e o Psy pinou a thread no /b/. Os nudes e o vídeo da Emma fazendo boquete então rapidamente se espalharam na internet, chegando a aparecer em diversos sites e blogs de "Caiu na Net", como no do Junior Paganinix.

Emma ameaçou abrir um B.O. contra Kyo, mas em vez de fazer isto, ela fez um false flag junto de sua mãe. Sua mãe publicou por ela no Facebook que Emma teria se suicidado, e chegou a postar a carta de suicídio dela que citava os chans, depois confirmou que a garota realmente tinha se matado pelo WhatsApp. A máscara caiu quando foram procurar por obituários no tribunademinas.com.br, descobrindo que nenhuma Carolina havia morrido em Ubá nos últimos cinco dias. Antes disso, GOEC teria feito inúmeros telefonemas para a casa de Emma, sempre perguntando à mãe dela se ela realmente estava morta. Emma caguetou Technomage, admitindo que foi ele quem a induziu a fazer este false flag. Kyo também confirmou, dizendo que depois Technomage teria o chamado pedindo para que ele fizesse o mesmo false-flag de que se suicidou.

Kyo também teria começado a se drogar com rapé, por não ter dinheiro o suficiente pra comprar cocaína e speed. No Dogolachan, GOEC e Psy hackearam impressoras e fizeram ameaças para diversas empresas em nome de Lola Aronovich.

Goecpsyimpr.png

As ameaças, porém, não foram levadas a sério. Não tiveram repercussão na mídia e só obtiveram uma resposta de um cara mandando os dogoleiros se foderem.

Depois do ataque das impressoras em maio de 2017, mesmo ainda rolando a treta de Kyo e Psy, Kyo deixou que Psy usasse novamente o /firechan/ como a board reserva do Dogolachan, isto quando Psy tirou temporariamente o Dogolachan do ar e foi para o Firechan junto dos outros dogoleiros para continuar a saga.

Psylouco.png

2018: Actvm Sanctvm e churrasco[editar]

Foto mais recente de Gabriela de Paula

Em 2018, Kyo passou a webnamorar com Gabriela de Paula, uma parda anoréxica de São Paulo que ele tinha conhecido em 2015 nas panelinhas que frequentava, onde ele postava sobre suicídio e depressão. Kyo chegou a contar sobre a sua treta com Castora e sobre seus pensamentos suicidas. Uma vez, Kyo pediu para que Gabriela o ajudasse a atrelar o Cabronnes, um cracudo paneleiro que estava webnamorando com Castora. Ele pediu que Gabriela se passasse por alguém interessada em um relacionamento amoroso com Cabronnes, mas depois mudou de ideia. Mesmo assim, Gabriela fez o que Kyo teria pedido anteriormente em segredo, na esperança de conseguir informações pessoais de Cabronnes para passar pro Kyo. Quando Kyo descobriu isto, ele acabou brigando com Gabriela e feito xingamentos e ameaças contra ela, então Gabriela teve que se afastar de Kyo. Segundo Gabriela, mesmo gostando de Kyo, ela e o Kyo brigavam constantemente por causa de qualquer coisa, mesmo coisas banais. Gabriela contou para Lola Aronovich que tudo o que queria era ajudar Kyo, isto quando Lola e seus seguidores estavam a difamando na internet. Alguns dos seguidores de Lola chegaram a chamá-la no Facebook e telefonar para diversos parentes seus, pedindo para que ela fosse internada, tudo isto porque webnamorou com Kyo na esperança de ajudar ele. Gabriela acreditava que se fosse legal com Kyo (já que ele acreditava que ninguém era legal com ele), o Kyo iria parar de ter pensamentos e ideias suicidas.

Kyo anunciando seu suicídio no Dogolachan.
Kyosuicide.jpeg

A certo ponto, Kyo estava desgostoso da vida e já planejava seu suicídio, mas como todo bom anão recomenda, leve o gado junto, então ele não partiria sem cometer um actvm sanctvm. O plano supostamente era matar a Lola, incentivado por GOEC que quase abriu uma Vakinha online para doar dinheiro para que Kyo conseguisse pagar a passagem para ir até Fortaleza matar a Lola.[5] Kyo tinha parado de acessar chans quando Psy foi preso, e ficou 2 meses sumido da internet, mas em 16 de junho de 2018, ele saiu na rua em Penápolis, interior de São Paulo, e assediou duas garotas, que estavam sentadas em um banco. As duas, assustadas, se levantaram e resolveram se afastar. Nesse momento, Kyo sacou a arma e disparou contra Luciana de Jesus do Nascimento, acertando na nuca.[6] Kyo até tentou fugir, mas ao se deparar com uma viatura da polícia, deu um tiro no próprio peito e morreu.[7][8] Luciana de Jesus do Nascimento chegou a ser levada à Santa Casa de Araçatuba, onde passou por uma cirurgia para remover os fragmentos de bala que estavam alojados, mas não resistiu. Faleceu no dia 5 de julho de 2018.[9]

Montagem de Kyo como personagem do game de FPS em primeira pessoa Doom

O seu Actvm Sanctvm gerou uma enorme revolta no Dogolachan contra Castora e Technomage, que já eram odiados. Gringos comemoraram o Actvm Sanctvm de Kyo em um fórum americano para incels. Kyoincels.jpeg

No 55chan, anões comemoraram o suicídio de Kyo em uma thread pinada no /b/, com a música "Ritmo de Festa" como tema da thread. Como se não bastasse a perda e a mídia, a família do Kyo também teve que lidar com os trotes. Após a notícia do suicídio de Kyo, Breno Alves gravou um vídeo sobre e ameaçando a Lola Aronovich. Esse vídeo chegou a parar no SBT.

Kyo, meu cronf- meu confrade, que saudade você, meu amigo. Mas por outro lado, eu fico feliz e satisfeito com seu recente acto de ter aleijado aquela sapatona imunda, e ter condenado ela uma vida infeliz. Muito bom, meu irmão. Te abençoe, onde quer que você esteja, e fique tranquilo, que em breve eu vou te acompanhar, e eu pretendo levar comigo a Lola, meu confrade. Ela não vai te difamar, e não vai difamar nenhum confrade mais. Isso eu prometo aqui perante todos. Abraço, meu irmão.

—Breno Alves

Declaração de Gabriela de Paula após a morte de Kyo.

A board de Kyo, no 8chan, foi passada para GOEC e DPR, que refizeram a board com um tema mais dark a mando de Kyo. A board mais tarde foi hackeada por esquerdistas, mas depois um anônimo criou uma board no 8channel em homenagem ao Kyo, que durou até o fim do 8channel.

Segundo Emerson, foi Coelho quem deu a Kyo a arma que foi usada em seu Actvm Sanctvm.

Kyodog.png

Segundo GOEC, se Kyo não tivesse se matado, ele poderia ser preso na próxima fase da Operação Bravata, que prendeu o Psy.

CC[editar]

Kyo: Um Último Adeus[editar]

Kyomorreu2.jpg

Kyo: Um Último Adeus

Kyousuke Urameshi usou de suas últimas forças para nos livrar da terrível ameaça que a sapatona de alcunha Luciana de Jesus Nascimento nos acometia com sua degeneração latente.

O tiro de sua Leiganrrucha sobre a sapatona simboliza a resistência incel sobre os impuros da degeneração ocidental e seguidores da Escola de Frankfurt. Kyosuke se sacrificou em prol de todos os jorges de quarto, deixando assim, o seu legado. Homens como o XFAG, ALEMÃOFAG e o ESPAÇOFAG continuarão aqui honrando a sua passagem para o outro mundo.

Hoje, Kyosuke finalmente conseguiu sua menininha perfeitinha Nico-nico-ni, que ele tanto sonhava. Após desfalecer de seu corpo dentro da ambulância, sua mente projetou-se numa estação de trem vazia em Osaka, no Japão. Ela o aguardava em um dos bancos da estação. Chegou ali ainda desnorteado, e sentou-se ao lado da menina. Perguntou para onde seria o destino deles. Eis que ela o responde:

- Agora que nosso dever está cumprido na Terra, devemos prosseguir nossa jornada para enfrentar novos e ainda maiores desafios, em esferas superiores. Que bom que estás aqui comigo, Fuego Sancto. Aguardei 15 longos anos por você, sentada aqui neste banco, até o momento em que finalmente estivesse pronto para cometer seu actvm sanctvm, naquele profanado banquinho de Penápolis...

- Mas... o que nos espera por lá, amor? - Pergunta Kyosuke, atônito com o que estava por vir.

- Bom, eu também não sei. Tudo o que me disseram foi que eu deveria aguardar-te aqui, pois sou o presente conquistado em vida de um Jorge de Bem que não fugiu de sua missão e deu seu próprio sangue pelos seus iguais.

Neste momento o trem chega. Kyosuke derruba uma lágrima, e lembra dos usuários do Lea e do Salmãochan. E, ao embarcar, jura estar sempre olhando do plano espiritual por todos os anões que ele agora aguarda do outro lado.

Anônimo metendo a real no Kyo[editar]

Mas você é um beta lixo inútil que, na prática, também é uma merdalher. Você não tem emprego, não tem posses, nunca comeu ninguém e vive chorando, exatamente como merdalheres fazem.

Você é um bosta sem pulso que só vive nas sombras do Merdelo e só fala disso neste "chan" de bosta. Aliás, nem chan isso aqui é, mas apenas uma board pega de favor em um chan maior. Enfim, vá se foder. Você é patético e eu quero mais que você se foda, seu pardo manlet otário

Kyo está APAIXONADO pela Julia, e isto está muito evidente em seus posts.

Quando alguém passa todos os dias falando daquela mesma garota que o rejeitou e o humilhou, é porque a deseja. Raposa e as uvas. Posso até imaginar a cena: Kyo vai pro Rio, compra a arma, vai até a casa da Julia, aponta a arma na cabeça dela, ela tira a roupa, solta aquele monte de banhas, e estende os braços. Kyo joga a arma no chão e corre pro abraço, e o crackudo aparece detrás da porta para rende-lo. Kyo pode alegar que é ela que está falando dele primeiro, mas a vadia só está pescando: ela quer ser falada, ela quer ser objeto de atenção aqui, ela quer ter o ego inflado como a "vadia que humilhou um misógino", só que misóginos de verdade nunca são humilhados por vagabundas, e quando o são, é porque nunca foram misóginos, e só agora tem a oportunidade de sê-lo. Kyo está jogando esta oportunidade no lixo, ao dar trela pras fofocas dela aqui. Você nunca será um misógino, Kyo. E você, Julia, jamais conseguirá humilhar um misógino de verdade, somente estes carentões que acham que são misóginos como o Kyo e o Guerra

Kyo vai rodar em breve. Ele é burro, tem o ego na casa do caralho, acha que é mérito administrar chan.

Vive postando todo dia sobre matar a Julia, expôr a Emma e etc. É o primeiro suspeito na mira da polícia. Tem cara printada em tudo quanto é lugar, todo mundo sabe quem ele é, se expos por causa de vadia. Já teve caso de suicídios femininos após exporem fotos da suicida no facebook, e os que espalharam as fotos foram presos ou processados. Prepara o teu cu, Kyo. Tu procurou problema.

Vídeos[editar]









Música favorita[editar]

Notícias sobre o Actvm Sanctvm[editar]




Galeria[editar]

Montagens[editar]

Screenshots[editar]

Salsa


4chan logo.png

Kyo faz parte de nossa série de artigos sobre
chans
Visite o Portal:Chans para mais artigos do gênero.