Convenções de Genebra

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar

Convenções de Genebra são quatro tratados internacionais, celebrados em Genebra, na Suiça, que como objetivo fazer com que as guerras sejam mais éticas, levando em conta o respeito aos Direitos Humanos.[1]

A verdade é que ninguém se importa com as convenções de Genebra: afinal, o objetivo da guerra é matar o inimigo, e se, para matar um inimigo armado, o combatente vai matar mais de 8000 civis inocentes, então foda-se a ética e matem todos.

Olavo de Carvalho previu a Perfidia em 2021.jpg

Por exemplo, a convenção de 1949 define o crime militar da Perfídia:

É proibido matar, ferir ou capturar um adversário valendo-se de meios pérfidos. Constituirão perfídia os atos que, apelando para a boa fé de uma adversário e com a intenção de atraiçoá-lo, dêem a entender a este que tem direito à proteção, ou que está obrigado a concedê-la, em conformidade com as normas de Direito Internacional aplicáveis nos conflitos armados.

—Convenção de Genebra de 12 de agosto de 1949 https://jusmilitaris.com.br/sistema/arquivos/doutrinas/perfidia.pdf

Aí você vê um general brasileiro usando de perfídia para prender crianças e idosos brasileiros, como se fossem soldados inimigos, e não acontece nada.[2]

Salsa

  1. Convenções de GenebraWikipedia's W.svg
  2. Martins em Pauta, Henrique Alves da Rocha, Perfídia: Ação que é condenada até em GUERRA foi usada contra manifestantes em Brasília http://www.martinsempauta.com/2023/01/perfidia-acao-que-e-condenada-ate-em.html