Aladim

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
A cena em que a Princesa Jasmine finge que ficou apaixonada pelo Jafar e pede um beijo seria bem mais convincente se ela estivesse usando roupas mais adequadas.

Aladim, em inglês Aladdin, é um dos mais de 8000 [1][2][3] contos que compõem o livro As Mil e Uma Noites Wikipedia's W.svg, um texto inventado por um punheteiro francês Antoine Galland como se fosse uma coleção de contos árabes, e vendido até recentemente como literatura infantil, apesar dos contos terem muita putaria e violência, e que conta [4] uma história confusa pra caralho, sobre um ladrão, uma lâmpada mágica que tem um gênio, um anel mágico que tem outro gênio, mas este segundo gênio tem pau menor que o primeiro, então o Aladim, que perdeu a lâmpada do primeiro gênio porque sua esposa, a filha do sultão, era burra, tem que usar as mágicas menos foda do segundo gênio para recuperar a lâmpada e voltar a ser o sucessor do sultão. Ah, antes que eu esqueça: Aladim era chinês, logo tinha pau pequeno. E nem gastou um desejo para pedir para ficar com uma jeba de 30 cm.[5]

Foda-se. Ninguém se importa com o conto original.

O que todo mundo conhece, hoje,[6] é a versão em desenho da Disney, Aladdin (filme de 1992) Wikipedia's W.svg, que é muito bom,[7] e a sua corrupção em live action, Aladdin (filme de 2019) Wikipedia's W.svg, em que os novos filhos da puta que controlam a Disney tentaram lacrar e foder a história, tiraram toda a graça da Jasmine, mas não cagaram totalmente a trama.

Obviamente, a história e o filme renderam vários memes e motivos para cosplay.

Três regras[editar]

Veja mais do mesmo em Desejo impossível (meme)
Um esquema de piadas se baseia na fala do gênio para Aladim, em que ele lista as três regras a que todo desejo deve obedecer. Ao Aladim pedir alguma coisa impossível - normalmente algo que algum esquerdista acha que é fácil de fazer - o gênio retruca com existem quatro regras.

Princesa Jasmine[editar]

Rule 34: existem mais de 8000 desenhos da Princesa Jasmine feitos por fãs. Além disso, Slave Jasmine, com a roupa que o bruxo Jafar deveria ter feito a Jasmine usar, é a segunda fantasia de escrava mais usada em cosplay,[8] perdendo apenas para a Slave Leia.

Rule 34[editar]

Cosplay[editar]

Outros[editar]

Ambox plus.png Este artigo precisa de mais pr0n
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais pr0n.

Salsa

  1. Na verdade são menos de 1001, porque, porra, senão o livro se chamava 8000 noites e não 1001 noites, se bem que, se o sultão fosse esperar 8000 para comer a vadia que contava as histórias, ela ia virar baranga antes de chegar a 8000 noites, e seria executada por baranguice, e não porque, segundo o sultão, toda mulher é puta.
  2. BTW, isto é um spoiler do livro As Mil e Uma Noites.
  3. 1001 noites de No Fap e sem comer ninguém, e você aí reclamando do No Fap September.
  4. Sim, voltei a falar do Aladim. Foda-se se o lead paragraph ficou uma merda, a gente sabe que leitor desta merda só abre artigo para ver Rule 34 e cosplay com mulher pelada.
  5. https://www.pookpress.co.uk/project/history-original-aladdin-story/
  6. 2021.
  7. Tirando o fato da Jasmine não pagar peitinho, ela é bem gostosinha.
  8. Tem salsa pra isto, ou é chute mesmo?