Revista Nuts

De Wikinet
Revisão de 15h07min de 7 de agosto de 2021 por Cthulhu.fhtagn (discussão | contribs) (Agosto é o mês da putaria (pegando leve))
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Exemplo do que rolava na Nuts em seu apogeu: Michelle Marsh e Lucy Pinder.

Nuts, do inglês nuts, que quer dizer, literalmente, nozes, mas também tem o significado de maluquice, [1] foi uma revista semanal dedicada às inglesas peitudas, que prosperou de 2004 até 2014, quando sucumbiu diante da falta de interesse geral tanto por revistas em papel [2] quanto à banalização de ter apenas gostosas mostrando os peitos, já que se tornou trivial entrar em qualquer site redistribuidor de putaria e baixar a última cena com uma novinha russa fazendo dupla penetração anal.[3]

Algumas informações que ninguém se importa e que estão na Wikipédia em inglês são:[3]

  • A revista foi a que teve mais sucesso no gênero, passando as outras (igualmente existas) Zoo e Loaded;
  • Em seu apogeu, em 2005, a revista vendia 300.000 edições;
  • Na época de sua extinção, a revista vendia 50.000 edições;
  • Uma das inglesas peitudas que fizeram sucesso nesta revista foi Lucy Pinder, estrela de sua última edição;
  • As feminazis comemoraram sua extinção: afinal, para as feminazis, a mulher pode fazer o que quiser, exceto ganhar dinheiro de forma honesta mostrando o peitos ou a buceta.

Galeria

Ambox plus.png Este artigo precisa de mais picas
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais picas.

Ver também

Salsa