Interrupção de Dragon Ball Z pelo 11 de setembro

De Wikinet
Revisão de 18h55min de 11 de setembro de 2021 por Xetrak (discussão | contribs) (Criou página com '{{DISPLAYTITLE:Interrupção de ''Dragon Ball Z'' pelo 11 de setembro}} Existe uma famosa '''lenda urbana''' no Brasil que diz que, na manhã em que ocorreu o 11 de setembro...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Existe uma famosa lenda urbana no Brasil que diz que, na manhã em que ocorreu o 11 de setembro, a Rede Globo estava transmitindo Dragon Ball Z, especificamente o episódio em que Goku se transforma no Super Sayajin 3, logo antes do desenho chinês ser interrompido pelo Plantão Globo noticiando o atentado mais lulzy da história.

Apesar dessa lorota já ter sido refutada mais de 8000 vezes, uma vez que comprovaram que estava passando outra coisa na hora e na época não existiam as filiais regionais da Globo com programação diferente, muitos retardados continuam afirmando ter lembranças vívidas de estarem assistindo Dragon Ball Z no exato momento que começou o plantão. Isso torna este caso um exemplo do Efeito Mariguela.

Contexto

Dragon Ball Z era exibido pela TV GlobinhoWikipedia's W.svg, que na época não era um programa independente, mas sim um quadro do programa infantil BambuluáWikipedia's W.svg, apresentado pela gostosérrima Angélica aos seus 27 aninhos.[1]

O desenho havaiano protagonizado pelo baseado Goku estreou na Globo no dia 23 de julho de 2001. O primeiro episódio a ser exibido não foi o episódio 1, mas o episódio 200, quando começou a saga do Majin Boo. Afinal de contas, faz total sentido começar o desenho da metade.

Bambuluá começava 9:30, o quadro TV Globinho uma hora depois às 10:30, e Dragon Ball Z estava sendo exibido dentro deste quadro a partir das 11:15.

No dia, a primeira torre foi atingida às 9:46 da manhã (8:46 no horário de Nova Iorque) e o primeiro plantão, pelo âncora Carlos Nascimento, foi às 9:50 e durou 4 minutos até as 9:54. No entanto, 9 minutos depois, às 10:03 (9:03 em Nova Iorque), a segunda torre foi atingida, iniciando o segundo plantão, que durou por mais de cinco horas.

Ou seja, a TV Globinho e Dragon Ball Z não foram exibidos no dia, tendo sido substituídos pelo plantão que durou o dia inteiro. O que realmente estava passando no Bambuluá na hora do primeiro plantão era Garrafinha, um programa com fantoches.[2]

Alguns dizem que em filiais regionais da Globo em outros fusos-horários, o plantão realmente interrompeu Dragon Ball Z, mas isso também é falso. Naquela época, a Globo cagava para fins de mundo com horários diferentes, como o Acre. A "Rede Fuso", filial que transmitia horários locais, só foi implantada em 2008.

Outra coisa é que a transformação de Goku no Super Sayajin 3 ocorre no episódio 245. Naquela época, a TV Globinho era exibida de segunda a sexta. Fazendo a contagem, supondo que exibiram episódios todos os dias, o episódio exibido em 11 de setembro seria o 237, enquanto o 245 seria exibido apenas dia 21 de setembro.[1]

Vídeos

Simulação de como seria a interrupção se tivesse realmente interrompido

Salsa