Zecharia Sitchin

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Zecharia Sitchin.jpg

Zecharia Sitchin (1920–2010) foi o historiador responsável por criar a teoria do anjocaidismo e da teoria de que os anunnakiWikipedia's W.svg (deuses sumérios) eram seres negativos que escravizaram os humanos, o que vai contra outras visões de que eles eram do bem.

Sitchin começou a sua vida como um historiador muito interessado pelo tema dos anunnaki. Começou a escrever vários livros sobre o assunto, mas sempre de forma negativa (suas ideias recebem o nome de "sitchinismo"). Para Sitchin, os anunnaki foram a espécie responsável pela criação mas também pela escravização dos humanos, além de levarem ao fim matriarquia para dar lugar à patriarquia. Ele também dizia que anunnaki eram uma espécie transumanista e capitalista. Esse sentimento antianunnaki hoje está presente em diversos grupos espirituais, míticos e starseeds.

Sitchin também foi um dos primeiros e o principal teórico do anjocaidismo, teoria que defende que todas as formas de vida extraterrestre e não-humana são anjos caídos.

Dez anos depois da sua morte, William Ariel Mounter começou a criar a sua própria teoria sobre os anunnaki. Utilizando-se do bioequalismo, Mounter começou a criar uma narrativa alternativa à de Sitchin, na qual eles não escravizaram os humanos, mas os ajudaram a evoluir e a se tornar seres espiritualizados, e não acabaram com a matriarquia, pois para Mounter, nunca houve sociedades matriarcas entre os humanos, pois os anunnaki teriam introduzido a equiarquia nas sociedades antigas e os humanos é que foram corrompendo isso. Mounter chega a afirmar que os anunnaki são uma espécie extrafisicista e comunista.

Apesar do combate de Mounter ao antianunnakismo, criando o antiantianunnakismo e fortalencendo o anunnakismo como uma espécie de semitismo, o antianunnakismo está ainda muito forte no mundo atual e seu combate é difícil.

Ver também[editar]