Virgem Maria

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Virgem Maria
Nome realMaria
ApelidosAeiparthenos
Madonna
Mãe de Deus
Nossa Senhora
Panagia
Rainha do Céu
Estrela do Mar
Teótoco
NascimentoNunca gravado em fontes contemporâneas existentes
MorteNunca gravado em fontes contemporâneas existentes
OcupaçãoMãe, Santo (postumamente)
Conhecido(a) porSendo a Mãe de Jesus de Nazaré, pureza moral, aparecendo sobrenaturalmente para as pessoas (sempre com algum grau de relação com o catolicismo), aparecendo em um sanduíche de queijo grelhado vendido por 28kUSD em 2004[1]
Outros linksArtigo de Catholic Encyclopedia

Maria (também conhecida como Aeiparthenos, Madonna, Mãe de Deus, Nossa Senhora, Panagia, Rainha do Céu, Estrela do Mar, Teótoco e inúmeros outros nomes) é o nome de milhões de mulheres no Brasil[2], um rosto onipresente em velas muito caras vendidas e, segundo os Evangelhos e o Alcorão, a esposa de José e a mãe de Jesus de Nazaré. De todos os santos cristãos, Maria tem o maior número de santuários e igrejas dedicados ao seu nome e é a mais amplamente invocada.

Curiosidades[editar]

Imaculada Conceição[editar]

Segundo os católicos, Maria não é apenas moralmente pura, mas também livre do pecado pessoal e concebida sem o pecado original.[3] Normalmente removida pela graça do sacramento do batismo, Maria recebeu essa graça durante a primeira instância de sua concepção.[4] Sua pureza moral é o motivo pelo qual profanar sua imagem no catolicismo é o mesmo que trair o Profeta Maomé no Islã.[nota 1]

Virgindade[editar]

Segundo os católicos, Maria é perpetuamente virgem,[5] mesmo depois de conceber e dar à luz a Jesus. A virgindade perpétua de Maria é uma imagem da eternidade do céu na terra, uma fonte de inspiração para ascetas e uma fonte de paródia para ateus.[nota 2]

A doutrina da perpétua virgindade de Maria era professada pelos Padres da Igreja.[6][7][8]

Morte[editar]

Embora nunca tenha sido registrada nos Evangelhos, no século VII, a Igreja primitiva havia desenvolvido e aceito tradições a respeito de sua pureza e morte. Católicos ortodoxos comemoram sua morte como a Dormição de MariaWikipedia's W.svg, enquanto católicos romanos comemoram sua morte como a Assunção de MariaWikipedia's W.svg.

No protestantismo[editar]

Schloss Porcia, Museum für Volkskultur (Spittal an der Drau) 20.jpg

No Islã[editar]

Embora os muçulmanos não acreditem na doutrina da encarnação, Maria é considerada no Islã como "uma figura de santidade excepcional".[9] Maria é a única mulher mencionada explicitamente por nome no Alcorão, e o relato dado tem mais informações biográficas do que o relato de todos os livros do Novo Testamento.[10]

Galeria[editar]

Na Europa[editar]

Outras[editar]

Ver também[editar]

Notas[editar]

  1. A reação quando feita pelos latino-americanos é certamente comparável, pelo menos antes de qualquer assassinato.
  2. Uma variação comum dessa piada: uma mulher é milagrosamente impregnada e um número não especificado de homens desconhecidos chega para dar presentes à criança? Parece infidelidade.

Referências[editar]


Este artigo faz parte da série sobre tópicos relacionados a
Religião
BeliefYesReligionNo.svg
(sites) Adherents Alma Anjo ATEA Ateísmo Budismo A Bíblia Sagrada Canonização Caricaturas de Maomé Chronologia Conservapedia Cristianismo Deus E Deus criou a mulher Inferno Jesus Jesus, me chicoteia! Santo Sudário Satã Satanismo