Turma da Mônica

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox plus.png Este artigo precisa de mais Rule 34
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais Rule 34.
A Turminha é conhecida por ser educativa, politicamente correta e inclusiva.

Se você é brasileiro, você certamente sabe bem do que se trata a Turma da Mônica, afinal esses personagens antigos pra cacete e seus inúmeros produtos infantis nos são martelados desde os primeiros anos de vida há pelo menos três ou quatro gerações. A questão é que tudo que atinge uma certa fama é abocanhado, engolido e depois vomitado pela internet; e com a Turma da Mônica não é exceção.

Apesar de piadas em torno da Mônica já existirem na internet desde que ela começou a ser usada pela maioria dos jovens brasileiros, tendo como exemplo esse artigo sem graça e forçado da Desciclopédia criado em 2006, o Magalichan, criado originalmente em 2011, e o Porra! Maurício, criado em 2010, sem dúvida o mais interessante meme da "Turminha" foi o Inbonha, surgido em 2016, e o grupo do Cancro Turma da Mônica Shitposting, que cresceu exponencialmente graças a esse meme.

Porra! Maurício

O ano é 2010, Orkut está morrendo aos poucos enquanto uma nova rede social está tomando força no Brasil. Como todos estavam se adaptando ao Facebook, se conectando com seus familiares, amigos e tentando entender a porra do layout, ninguém tinha tempo para a criação de memes, e a única coisa que se produzia eram tipos de carinhas, que eram considerado o câncer bazingueiro supremo pelos channers - e hoje em dia, até os normies devem achar isso, pois ninguém mais utiliza tipos de carinhas.[1] Nisso, surgiu, tipo assim, do nada, um blog no Tumblr dedicado a comentar quadrinhos da Turma da Mônica fora de contexto.

Este blog, chamado Porra! Maurício, viralizou pra caralho, sendo que até ganhou artigo na Wikipédia.[2] Surpreendente ou não, o blog não foi criado por algum ninguém aleatório da Interwebz, mas sim por um ninguém que é um cineasta e roteirista, o que faz o meme perder um pouco da graça e explica porque o Maurício aceitou com tanto bom humor os comentários obscenos feitos a respeito de seus preciosos gibis.[3] O blog também inspirou vários imitadores, com vários blogs porra isso, porra aquilo, um pior que o outro, se bem que o negócio do "Porra!" não é original do Porra! Maurício, de acordo com o artigo da Wikipédia.

Podemos concluir, então, que o hábito tão comum de comentar quadrinhos da Turminha fora de contexto e fazer paródias dos mesmos foi antecedido pelo blog Porra! Maurício, que não posta desde 2015 e provavelmente foi a única merda BR que popularizou no Tumblr.

Chans

É muito comum chans brasileiros se apropriarem de personagens da Turminha sem nenhum motivo além do lulz. Como já foi dito, Magali foi usada como mascote titular do Magalichan, enquanto que o antigo 55chan tinha o codinome do Bidu inicialmente, e quando começou o 55chan, existiam alguns memes com o Bidu.

Um meme bastante popular foi o advice do Seu Cebola. Este merecia seu próprio artigo pois existem mais de 8000 advices do Seu Cebola, mas eu não tenho nenhum, então, se você tiver, upe tudo e crie o artigo do Seu Cebola.

Alguns exemplos:

Turma Pobrefag

A versão pobrefag da Turma da Mônica chamou atenção na Internet pelas peculiaridades da foto. Estas pessoas se vestiram como os personagens para entreter criancinhas de uma escola que ninguém liga. Muitos fizeram montagens colocando a turma original e a versão pobrefag lado a lado com uma descrição pertinente ao assunto de BOM vs FODIDO. Chegou a chamar atenção dos Estúdios Mauricio de Sousa Produções, e o Maurício mandou a turma original visitar os favelados.[4]

Orçamento da prefeitura

Inbonha

Imagem que gerou todo esse furdúncio
A misteriosa história que nunca foi publicada.

Em março de 2016, uma menina de 4 anos chamada Alice Madelliny, provavelmente deficiente, estava jogando um jogo de separar sílabas em que ela tinha que escrever corretamente o nome de cinco personagens: Mônica, Cebolinha, Magali, Cascão e Bidu. Mas ela não chegou nem perto de acertar; ao invés disso embaralhou tudo e formou cinco nomes bizarros: Inbonha, Casmôcãoca, Cegali, Bili e Madu (o "in" em "Inbonha" é o "ni" virado de cabeça pra baixo). A irmã mais velha da Alice, Amanda, achou isso hilário e resolveu publicar num grupo qualquer[5] do Cancro. Foi aí que a imagem se espalhou rapidamente, chegando no grupo Turma da Mônica Shitposting, onde foram criados incontáveis memes com esses nomes trocados.[6]

E não foi pouca bosta. Esse meme ficou tão famoso que foi parar no programa da Fátima Bernardes[7] e a própria Mauricio de Sousa Produções (MSP) gostou do meme e prometeu até publicar uma história baseada nele. A história só não foi publicada porque a família avarenta da Alice quis receber 15% dos lucros. É mole? Depois desse incidente o meme perdeu a graça e o Turma da Mônica Shitposting voltou a usar os nomes normais.

Galeria

Reais

Quadrinhos reais sem edição que o pessoal tirou de contexto e viu malícia (ou que são engraçados por algum outro motivo).

Shitposting

Edições e outras merdapostagens inspiradas na Turma da Mônica. Umas toscas, outras bem feitas.

Ver também

Salsa