Time Cube

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
TimeCube.gif

Time Cube (Cubo do Tempo, caso você não saiba o básico do medíocre em inglês) foi um site completamente bizarro que esteve no ar entre 1997 e 2015. Criado por um velho lunático chamado Gene Ray, o site consistia em páginas longas com uma coluna contínua de texto colorido detalhando uma teoria da conspiração composta de várias ideias, uma mais estapafúrdia que a outra, tudo num discurso confuso. Lógico que ninguém levava isso a sério, mas o site rendeu bastante atenção por ter durado bastante tempo. Ray oferecia de mil a 10 mil dólares para qualquer um que conseguisse refutar as teorias dele; evidentemente, ninguém nunca foi capaz.

Teorias defendidas por Ray[editar]

A "hipótese" defendida por Ray ficou conhecida como cubismo. Entre as principais ideias do cubismo, estão as seguintes:

Tempo[editar]

O período de 24 horas na verdade não consiste de um único dia, mas de quatro dias ocorrendo simultaneamente. Se a Terra estivesse parada, ela teria quatro cantos: Meio-Dia e Meia-Noite (pontos maiores) e Sol-Alto e Sol-Baixo (pontos menores, equivalentes ao nascer- e pôr-do-sol). Cada rotação da Terra, então, consistiria em quatro Meios-Dias, quatro Meias-Noites, quatro Sóis-Altos e quatro Sóis-Baixos. Cada um dos quatro cantos seria ocupado por uma personalidade diferente. Elas seriam Sócrates, Jesus, Einstein e Clinton.

Opostos e antissingularidade[editar]

Ray falava bastante de antípodos, pontos opostos na Terra (como os pólos), além de outros tipos de opostos num sistema que ele chama de "binário", que seria superior ao conceito de "singularidade" ou "unitarismo" (tudo é um) que somos ensinados.

Ele estendia essa ideia até à matemática, afirmando que números positivos e negativos são opostos, logo -1 × -1 = -1 em vez de 1 como diz a matemática, e a muitas outras coisas, como homens e mulheres, os dois hemisférios da Terra, Meio-Dia e Meia-Noite, etc.

Por causa dessa ideia de opostos, Ray desprezava o conceito de Deus, que segundo ele é unitário (remete à ideia de que "tudo é um").

Existência nula[editar]

Ainda segundo a lógica dos opostos, Ray afirmava que um oposto cancelava o outro, o que levava a zero, prevenindo uma "singularidade esquisita".

Educação estúpida[editar]

Ray defende que os acadêmicos, as ciências e as escolas nos tornam estúpidos por acreditar na singularidade. Elas formariam uma grande conspiração para esconder a verdade do Cubo do Tempo. Ele repete isso bastante pelo site até o ponto de xingar o leitor de dumbass (idiota).

Racismo[editar]

Como Ray acreditava tão fortemente em opostos, brancos e negros segundo ele deviam viver em hemisférios separados da Terra, "como retratado pelo oposto Meio-Dia e Meia-Noite". Durante a campanha de Barack Obama, ele colocou um aviso no site dizendo que, se Obama fosse eleito, haveria uma guerra civil racial nos EUA.

Outras bizarrices[editar]

Em 2002, Ray deu uma palestra no MIT durante um evento extracurricular organizado por estudantes nas férias (como diabos deixaram ele entrar lá?). Ele ofereceu seus 10 mil dólares a qualquer professor capaz de refutar suas teorias. Ninguém disse nada.

Em 2003, perguntaram ao Ray como era se sentir uma celebridade da internet e ele respondeu que não era o que ele queria, mas ele teve que se tornar já que "nenhum escritor ou palestrante entende o Cubo do Tempo".

Em 2005, ele deu uma palestra (que pode ser vista no Youtube) na Georgia Tech, em que ele criticou "instrutores acadêmicos".

Em 2007, Richard Janczarski, um autoproclamado discípulo de Ray que tinha até criado um fã-site chamado Cubic Awareness Online, viajou da Austrália para a Flórida para se encontrar com seu mestre. No entanto, os dois entraram em discordância e seguiram caminhos opostos. Em fevereiro de 2008, Janczarski cometeu suicídio.

Fim[editar]

Ray morreu em 2015 aos 87 de idade e o domínio do seu site expirou alguns meses depois. Vários arquivos do site foram mantidos.

Links[editar]