Sites de ódio

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Em qualquer época, sempre que é criada uma nova tecnologia que facilite a liberdade de expressão e empodere[1] quem tem opiniões divergentes, sempre aparece uma minoria com discurso de ódio. Aconteceu na velha Atenas, quando qualquer idiota podia ir na Ágora e falar o que quisesse,[2] aconteceu quando disseminaram a imprensa e qualquer um podia imprimir o que quisesse e espalhar por mais de 8000 cidades diferentes,[3] e aconteceu quando inventaram a televisão.

Obviamente, se já era fácil odiar sem a Internet, odiar pela Internet ficou muito mais fácil - daí que hoje em dia vários dos sites mais importantes do mundo estão cheios de discursos de ódio, o que pode caracterizá-los como sites de ódio.

Assim como IRL, na Internet os grupos mais visados pelo ódio são sempre os mais frágeis e indefesos: mulheres, LGBT, negros, crianças, e, em geral, minorias.

Como a Wikinet tem uma função social de informar sobre o que tem na Internet,[4][5] vamos ver o que caracterizam os sites de ódio, conforme o grupo visado pelos sites.

Mulheres[editar]

Existe ódio contra esta linda fotografia: alguns querem mutilar seu mamilo, outros querem mutilar seus peitos naturais com silicone.

Uma das formas de manifestar ódio às mulheres são os sites que manifestam horror à forma feminina, defendendo a mutilação dos mamilos ou dos seios. Os mais famosos são o Instagram[6] e a punhetopédia Boobpedia.[7]

Outra forma de ódio às mulheres é defender estupradores, como faz o site da deputada federal Maria do Rosário.[8]

LGBT[editar]

Vários sites de putaria discriminam a comunidade LGBT, quando desvalorizam o trabalho das atrizes pornôs lésbicas, dizendo que pornografia de verdade é apenas quando tem pau na buceta ou no cu.

Como os gays são um grupo afetado pela violência homofóbica, os sites que mais defendem os gays são aqueles que pregam penas duras contra criminosos, e estimulam a população a se armar. Do outro lado do espectro, os sites que defendem criminosos, por exemplo o site do Partido Socialismo e Liberdade,[9][10] e sites que defendem o desarmamento da população, como o site do Instituto Iguarapó,[11] são sites de ódio contra gays.

Sites de ódio contra os gays também são aqueles que divulgam imagens de gays pedófilos, estupradores e assassinos, para que os normies acreditem que todo gay é pedófilo, estuprador ou assassino. O exemplo mais recente [12] são os sites da Rede Globo, que fizeram louvor à figura nefasta do travesti Suzy (amigo do Drauzio Varella).

Negros[editar]

Os negros lutaram durante todo o século XIX para acabar com a escravidão, e durante todo o século XX para terem os mesmos direitos dos brancos, baseando-se na hipótese de que a cor de pele é apenas um detalhe, e que a diversidade entre humanos de mesma cor é a mesma que entre pessoas de cor de pele diferente.[13]

O que fazem os sites de ódio contra negros? Defendem que negros são naturalmente inferiores, não tem capacidade de competir contra os brancos, e precisam de uma ajudinha do estado, via quotas ou outro mecanismo, para poderem subir na vida. Exemplo: Geledés.[14]

Crianças[editar]

Loja do Luciano Huck com uma criança autorizando ser drogada e estuprada por pedófilos.

As crianças são o grupo mais frágil da sociedade, pois não tem nenhuma condição de se defenderem e algumas ainda vivem na dependência e abrigo de outro corpo.

Abundam sites de ódio contra crianças, principalmente sites que defendem seu assassinato, por exemplo o site Carta Capital.[15] Outro tipo de site de ódio contra crianças são sites que defendem a pedofilia, como o site da loja do apresentador Luciano Huck, que vendia camisas estimulando os adultos a drogar e estuprar crianças.

Conclusão[editar]

Finalmente, tem os sites de ódio que simplesmente destilam ódio contra todo mundo. São, por exemplo, os sites como The IntercePT, que expressa o ódio ao cidadão de bem defendendo a soltura de bandidos, ou sites como do deputado Marcelo Freixo, que expressa o ódio aos adolescentes e aos adultos frágeis defendendo o uso "moderado" de crack.[16]

Ver também[editar]

Salsa

  1. Caralho, como comunista gosta deste verbo! Empoderar. Um paradoxo, porque, no Comunismo, a única porra que é empoderada é o Estado, não as pessoas.
  2. Por exemplo, Sócrates foi acusado de fazer discursos de ódio: https://richardoster.com/2012/10/22/hate-speech-cultural-sycophancy-and-subversive-beliefs/
  3. Savonarola, por exemplo, publicou panfletos acusando o Papa Alexandre VI (o famoso Rodrigo Bórgia) de ser culpado de simonia, heresia e ser ateu; desta época surge a lenda lulz de que ele e seu filho César Bórgia comiam a filha do papa, Lucrécia Bórgia.
  4. Mentira I: a Wikinet é uma criação coletiva de um bando de filho da puta que não tem porra nenhuma para fazer e só quer zoar.
  5. Mentira II: The Internet is for Porn, então a única coisa que vale a pena informar é sobre os sites de putaria.
  6. Que trata mulheres de forma diferente dos homens, tanto que criaram a campanha Free The Nipple, um epic fail, porque americano - que é quem sustenta o site - odeia ver mulher pagando peitinho.
  7. Que odeia mulheres com peito natural, mas admira as que ficam com peito de travesti.
  8. Endireita Brasil: http://www.emdireitabrasil.com.br/index.php/politica/936-origem-da-briga-de-bolsonaro-e-a-maria-do-rosario.html
  9. Uma porra que não faz sentido nenhum, pois o socialismo é a negação total da liberdade.
  10. http://psol50.org.br/vereadores-do-psol-propoem-o-dia-de-luta-contra-o-encarceramento-da-juventude-negra/
  11. Instituto Igarapó comemorando que os gays não podem mais se defendeer: https://igarape.org.br/o-que-celebrar-no-dia-do-desarmamento/
  12. No momento em que esta porra foi escrita, 2020.
  13. Hipótese que passou no teste de ciência, ver artigo Genebase.
  14. https://www.geledes.org.br/por-que-ser-a-favor-das-cotas-raciais-no-brasil-por-lucas-bacelette/
  15. https://www.cartacapital.com.br/blogs/dialogos-da-fe/precisamos-falar-sobre-aborto/
  16. R7: https://noticias.r7.com/eleicoes-2016/rio-de-janeiro/freixo-fala-em-dosagem-segura-para-usuarios-de-crack-27102016