Sérgio Moro

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Moro chupando o dedo

Sérgio Fernando Moro, também conhecido como Marreco e Mussolini de Maringá, é um ex-juiz provinciano federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, que foi o chefe da Operação Lava Jato até 2019, quando se tornou Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil no governo do Bolsomito. Em abril de 2020, no entanto, foi demitido do cargo de Ministro por causa de uma briga com Bolsonaro e hoje é uma personalidade avulsa, o que mais tarde passou ser visto como traidor do movimento de direita.

Fama[editar]

Moro ganhou um enorme sucesso no Brasil, sendo considerado um herói nacional, por comandar, entre março de 2014 e novembro de 2018, o julgamento em primeira instância dos crimes identificados na Operação Lava Jato, que, segundo o Ministério Público Federal, é o maior caso de corrupção e lavagem de dinheiro já apurado no Brasil, envolvendo grande número de políticos e empresários de empreiteiras tais como a Petrobras e a Odebrecht. Em 12 de julho de 2017, Moro condenou o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão, sendo essa a primeira vez na história do Brasil em que se condenou criminalmente um ex-presidente da República.

Em 2019, Moro fez de tudo para prender o Glenn Greenwald. Spoiler: em 2020, Moro se tornou o novo Verdevaldo.

Galeria[editar]

Antes do rompimento com Bolsonaro

Rompimento com Bolsonaro[editar]

Moro antes e depois.jpg

Em 24 de abril de 2020, Moro saiu do governo Bolsonaro, jogando merda no ventilador e fazendo cosplay de Verdevaldo, divulgando mensagens privadas na Rede Globo.

Segundo a Direita, Moro é um traidor comunista, que se aproveitou de Bolsonaro para conseguir uma vaga no STF e, vendo que Bolsonaro não iria indicá-lo por Moro ser desarmamentista e abortista, se vendeu aos seus inimgos.

Segundo a Nova Esquerda, Moro sempre foi um herói, agora vamos ver se, quando Moro quiser pegar a vaga de João Dória para ser candidato a presidente nas eleições de 2022, se a Nova Esquerda vai trucidar Moro ou trucidar Dória.

Segunda a Velha Esquerda, Moro... Moro... puta que pariu, é um no-win scenario: se Moro é filho da puta, então Bolsonaro tem razão; se Moro é herói, então Lula é ladrão. Outro 7x1 contra a esquerda.

Segundo teóricos da conspiração, Moro é maçom de grau 33 assim como o general Mourão, o Michel Temer e outros militares que participaram da maçonaria. A Illuminati agora fará o golpe final no governo de Bolsonaro para implantar um governo aliado à Nova Ordem Mundial.

Galeria[editar]