Pacto de Princeton

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Lula e FHC lá em 1980.

O Pacto de Princeton foi um suposto acordo não escrito realizado em 1993 entre Lula e Fernando Henrique Cardoso (FHC), ambos futuros presidentes do Brasil e então líderes ideológicos do PT e do PSDB, com o objetivo de implantar ideais esquerdistas no Brasil. O nome do pacto é em referência à cidade de Princeton (no estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos) onde Lula e Cardoso estiveram após uma passagem por Havana, Cuba.[1][2][3][4][5]

O Pacto de Princeton nunca foi objeto de denúncia por parte de políticos e da imprensa na época, pois foi feito secretamente, e detalhes só foram revelados na década seguinte, provavelmente por desconhecidos que tinham acesso aos bastidores na política estavam insatisfeitos com a condução do PT no governo e a insistência do PT manter o pacto com o PSDB (a oposição controlada) e o PMDB (o partido que deu sustentação aos governos anteriores) nos governos Lula e Dilma Rousseff.

A partir de 2014, os contínuos escândalos de corrupção envolvendo o então partido governista (PT), o de sustentação (PMDB) e o da oposição (PSDB), aliados às três crises (econômica, política e social), fizeram com que eleitores ficassem furiosos em relação às práticas dos partidos e seus dirigentes, levando à eleição de Jair Bolsonaro, um candidato da verdadeira direita, o que representou o rompimento de 24 anos do grupo político que comandava o país, que durou mais do que os 18 anos do Governo Vargas (1930-45 e 1951-54), os 19 anos da democratização (1945-64) e quase 21 anos dos do governo militar (1964-85).

Se esta teoria da conspiração é verdade ou não, é um caso a se considerar. Mas como toda boa teoria, tem também uma subteoria: o pacto previa que, em 2010, Lula devolvesse o poder ao PSDB, mas Lula, como sempre, traiu o pacto, e elegeu Dilma Roussef como presidente mais duas vezes seguidas.[6] Esperem... a teoria da conspiração fica ainda melhor: insatisfeitos com a traição, o PSDB arrumou um agente, treinado pela CIA,[7] e movimentou suas peças [8] para dar um golpe de estado e tirar o PT, com objetivo de ganhar a eleição de 2018.[9] O que os conspiracionistas não contavam é que o povo, empoderado pelo Whatsapp, Facebook e Twitter, desmascarou o PSDB como mais um partido socialista corrupto e elegeu um representante da direita verdadeira, Bolsonaro.[10]

Ver também[editar]

Salsa

  1. Jornal da Cidade: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/21863/as-entranhas-do-pacto-de-princeton-entre-lula-e-fhc
  2. Política e Direito: https://politicaedireito.org/br/2017/03/04/o-que-e-o-pacto-de-princeton/
  3. Portal VejaMS: http://www.portalvejams.com.br/ler.php?id=9411
  4. Invervenção Militar Já: https://intervencaomilitarja.com.br/8-o-que-e-o-pacto-de-princeton/
  5. Ratio e Vitia: https://ratioetvita.blogspot.com/2015/10/fabianismo-e-o-pacto-de-princeton.html
  6. Ou alguém ainda acha, nesta altura do campeonato, que Dilma presidiu alguma porra?
  7. Adivinhem quem é... suas iniciais são as mesmas de sadomasoquismo... Adivinhou?
  8. MBL, STF, Rede Globo
  9. Fonte: eu li isto em algum lugar, juro que é verdade ece bilete.
  10. Olhar Direto: https://www.olhardireto.com.br/artigos/exibir.asp?id=11937&artigo=o-real-significado-politico-da-vitoria-de-bolsonaro