Negro

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Negro feliz

Negro é o termo de maior aceitação para se referir à raça negra,[1] com exceção é claro de afrodescendente, mas esta última é uma palavra TL;DR que ninguém usa. Isso é engraçado porque, na língua inglesa, o termo derivado de negro é nigger, que é uma gíria extremamente ofensiva, sendo que o modo correto de se chamar os negros em inglês é black person, que traduz para pessoa preta, mas na língua portuguesa, chamar alguém de preto é racismo. Então, podemos concluir que negro é um termo que pode ser completamente ofensivo, inofensivo ou neutro, dependendo da região.[2]

Ache 1 erro

O verbo negrar

No presente do indicativo:

Eu negro
Você negra
Ele negra
Nós negramos
Vós negrais
Eles negram

O que é um negro, exatamente?

Algumas pessoas simplesmente não aceitam o seu sangue negro

É senso comum que um negro é o indivíduo que tem a pele escura, correto? Bem, é um pouco mais complicado que isso. Primeiramente, muitos dizem que todo mundo é negro,[3] pois a maioria dos brasileiros são descendentes de povos indígenas e escravos africanos,[4] logo, por dentro, todo mundo é preto. Claro, parece até um discurso bonito de igualdade, mas é fato que muitas pessoas que se acham brancas carregam o sangue teutão por aí. Então, essas pessoas poderiam ser consideradas negras? Claro que não pois, de acordo com uma referência encontrada na Wikipédia, o que te define preto é se você é um pobrefag discriminado.[5]

A seguir, um copicola de um branco butthurt que diz que só porque tem o sangue teutão nas veias não quer dizer que ele seja preto.

Os negros querem escurecer os brancos

É comum notar em fóruns, comunidades ou até mesmo no cotidiano, certa manifestação de inveja por parte dos negros. Negros não aceitam que existam brancos no Brasil, eles perdem a compostura quando um branco diz: "Eu sou branco, com muito orgulho".

Os argumentos dos negros ínvidos são sempre os mesmos. Veja abaixo dois chavões pra lá de batidos:

  1. "Não existem negros no Brasil, somos todos mestiços"; (Como se isso mudasse a cor da pele)
  2. "Sua pele é clara, mas em suas veias correm sangue de negros, pois o Brasil é uma mistura de raças"; (Nem por isso a pele deixou de ser branca)

Além da notória e incontestável inveja que os negros sentem, eles são contraditórios. Os negros se agarram na tese de que no Brasil não existe raça pura, ou seja, que não existe Branco puro. Porém, esses mesmos negros usam o termo "100% negro" estampado em camisas, uma frase que certamente colide com o argumento outrora exposto por eles, onde os mesmos alegam não existir raça 100% pura no Brasil. Se não existe raça 100% pura no Brasil, então por que os negros brasileiros se consideram 100% negros? Onde está a lógica disso?

Outro detalhe que denota a inveja que os negros sentem dos brancos: se um negro diz: "Eu sou negro, amo minha cor". Não aparecerá nenhum branco dizendo o oposto, não aparecerá nenhum branco querendo "clarear" o negro ou dizendo absurdos do tipo: "Você não é negro, você tem sangue de branco correndo em suas veias".

Por outro lado, quando um branco diz: "Eu sou Branco e amo minha cor". Ao dizer isso, com certeza absoluta aparecerão vários negros querendo escurecer o branco, dizendo coisas do tipo: "Você não é Branco", "você é pardo", "Não existem brancos no Brasil" "Você é mestiço", "Você é mulato", etc.

É um fato que muitos negros são inseguros com a própria raça, por isso, tentam convencer os brancos de que eles são negros também e fazem movimentos, discursos e andam com camisas estampadas dizendo terem orgulho de sua raça, sendo que não há como se ter orgulho de algo inevitável do qual sua própria vontade não teve impacto nenhum - e se pudessem escolher, escolheriam ser brancos. Por causa disso, o movimento negro é frequentemente comparado com o movimento feminazista, em que se fazer de vítima e militar culpando o homem branco de todos os seus problemas é algo comum.

Em chans

Típico "branco" racista de chan

Negro (também chamados de teutão e paixão por causa de filtros idiotas), nos chans BRs, é uma espécie de ofensa utilizada normalmente por Jorges racistas de quarto. É usada quando uma pessoa faz alguma espécie de merda ou burrice, querendo dizer que negros são os que fazem merdas ou burrices, e por causa disso, o receptor da ofensa é um negro. É fato que 99% dos anões que são chamados de negro não são negros de fato, pois negros de verdade não passam tempo no chan, eles passam tempo roubando lojas e casas, estuprando vadias brancas (e elas merecem) ou na cadeia. Outro fato que comprova que não são negros de verdade é que negros são burros demais para usar o computador, tanto que está sendo desenvolvida uma distribuição do Ubuntu especial para negros, com acessibilidade que reconhece as dificuldades da raça.[6]

Segundo os Jorges do chan, os únicos que são piores que os negros são os pardos, mas eles só dizem isso porque são pardos que se acham brancos e em threads do tipo "prove que você é branco" eles são chamados de pardos e ficam mad por isso. Isso porque a maioria dos anões veem algum mérito em ser branco, já que eles são falhos com uma vida de merda cheia de fracassos, e por isso geleiam pardos e negros que comedores de depósito e que se dão bem em situações sociais. Por causa disso, eles tentam se confortar pensando que ao menos são brancos, mas até nisso falham porque são pardos.

Vale notar que usar o termo "negro" como ofensa não vem de chans, mas de velhos ditados brasileiros que quando queriam atribuir má qualidade a algo, a relacionava com negro. Por exemplo, a velha expressão serviço de preto,[7] que ainda é utilizada por alguns políticos.[8] É meio contraditório considerando que no Brasil, todo mundo é tecnicamente preto.

CC de um chan:

Se torne o negro.

É muito ruim querer ter alguma coisa e não roubar. O teutão rouba, mas suas mãos carregam um peso enorme. O peso da bolsa, o peso do ceFHCr, o peso de correr de legiões de policiais e ainda HUEHUEHUE diante de sua desistência. O teutão rouba o que quer e quando quer. Ele é uma criatura marginal, abençoada com perna comprida e muita malícia para correr atrás de bola e fugir da polícia. Ele observa os outros cidadãos do barraco e usa aquela malícia para finalmente eventualmente é meu caralho, OP burro furtá-los. Ele se esconde, se mistura às sombras do ambiente e espera o momento certo de roubar. Uma criatura marginal e destrutiva, que não permite ser presa e só poupa a si mesma de sua zoeira.

Se torne o teutão. Aprenda a roubar, passe por cotas, vista Oakley, tenha mau cheiro, seja macaco e tenha voz irritante. Seja judeu física e psicologicamente, de forma que as pessoas inconscientemente escondam suas coisas na sua presença. Veja aquela novinha da rede pública no FORO DE SÃO PAULO, perceba que tem um preibói comendo ela. Pegue-a pelo simples HUEHUEHUE na cara do otário. Se for brigar, espere os ativistas aparecerem. Bata, bata com força, mas finja que é vítima de racismo. Não tenha vergonha de fazer cara feia - você não tem outra, porque é teutão. Que isso sirva de aviso a quem deixar a carteira à mostra.

Não importa o que você acha da academia ou de marombeiros. Você precisa estar com o corpo em dia, seja para correr deles depois do assalto, para furar os otário, para fortalecer os parceiro, ou simplesmente bombar no baile. O teutão é uma criatura bela, e mesmo o que são roubados por suas mãos o admiram momentos antes de chamar a polícia. Seja macaco, mas seja malandro.

O teutão domina o baile e a boca. Se orgulhe de sua raça. Não importa se há deus ou não, você tem uma tatuagem "100% Jesus" no braço e roubará tudo que quiser com as próprias mãos. O ceFHCr, a carteira, o carro. Deus não roubou nada disso. Você roubou. Você cansou de esperar e venceu X9, vacilão e otário. A comunidade existe para servir a você, porque você dominou a boca. Você é o ápice da negrice.

Se torne o teutão.

Movimento negro

O objetivo do movimento negro

Depois da escravidão, os negros tiveram o direito de se reintegrar à sociedade. Como eram todos miseráveis, a maioria dos negros de hoje em dia são pobrefags com pouca cultura que moram e favelas. Por isso, muitos negros pensam que têm direitos a privilégios, pois o homem branco cruel e opressor tirou muitos direitos dos pretos. Foi na cobrança desses direitos e privilégios atrasados que criou-se o movimento negro e o famoso termo "dívida histórica".

O problema é que os participantes de movimentos negros esquecem que os brancos que chicotearam suas costas não são os mesmos brancos que hoje em dia têm medo deles nas ruas. De fato, como dito no artigo pardo, muitos negros depois da abolição da escravidão comeram as branquinhas, afinal, eles já estavam cansados de pegarem as pretas. Por causa disso, muitos brancos têm descendência dos próprios negros que foram escravizados. Esses brancos merecem pagamento da dívida histórica também? Mas é claro que não, pois os militantes do movimento precisam de alguém para ser o vilão.


Exemplo de militância na USP

Exemplo de militantes ficando pistola

Um negro muito legal respondendo à militância

Piadas racistas

Se você riu, você é racista

Negros são alvos de piadas "racistas", mas isso ainda é uma grande controvérsia para a humanidade, pois eles não sabem que piadas não devem ser levadas a sério. Vamos fazer uma piada de negros: O que um negro faz no banheiro? Se multiplica. Se você levou essa piada a sério, você é um babaca. Não estamos zoando da escravidão dos negros, nem de como eles são tratados em público, estamos apenas nos divertindo comparando a cor dos negros com a cor de merda.

É fato que apenas cavalheiros brancos defendem os negros e são contras piadas de negros, negros mesmo estão pouco se lixando para essas piadas, e às vezes até riem de algumas e/ou contam algumas.

Galeria

Ver também

Salsa

  1. Não ao grupo, seu idiota
  2. É isso que diz a Wikipédia em inglês, que não chega a conclusão nenhuma
  3. Aqui todo mundo é preto
  4. Isso sem mencionar os imigrantes portugueses, italianos, alemães... Enfim, o povo brasileiro é uma mistureba, sendo que todo mundo é igual
  5. Fonte que a Wikipédia botou pra afirmar isso, em que o cara só fica falando que negro também é uma construção social
  6. Pois se negros precisam de cotas para adentrar a Universidade, eles também precisam de um computador acessível para eles
  7. https://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-origem-e-o-significado-da-expressao-coisa-de-preto/
  8. Como perder todo seu eleitorado