Loli-chan

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Loli-chan no início de 2006

Kathleen Larraz,[nota 1] mais conhecida como Loli-chan que se identificou como Dolores[nota 1] (nascida em 1993), é uma ex-estudante, ex-camgirl e ex-camwhore americana que ganhou fama na internet entre 2005 e 2006 aparecendo em fotos nuas para seus amigos virtuais, até ter sua identidade revelada.

Em 2005, quando tinha 12 anos de idade, era estudante e morava no sul da Flórida. Começou a fazer amigos on-line através do site de relacionamentos [nota 2] Gaia Online trocando nudes e experimentando sexo virtual através do Yahoo! Messenger com seus amigos virtuais. Em 2006, aos 13 anos, postou fotos de si mesma no 4chan e outros imageboards, além de vídeos no YouTube, se identificando como Dolores.[nota 1]

Isso mesmo que tu leste: uma garota de 12 anos tirava e trocava fotos nuas com seus colegas virtuais e depois postava no chan com rosto à mostra ou com cosplay de algum personagem de mangá ou anime para ver a reação dos marmanjos, o que a fez ganhar uma grande legião de fãs e haters.

Seu nick "Loli-chan" surgiu por causa de comentários anônimos que a chamavam de "loli", "lola", "lolita" e depois "lolicon" (abreviação japonesa do inglês "Lolita Complex", traduzido para Complexo de Lolita) por sua aparência jovem, sua idade e a sua baixa estatura (para garotinhas jovens usa-se o honorífico "chan" em japonês). Ela postar fotos em que aparecia em cosplay de estudante japonesa (em algumas poses sugestivamente sensuais), além de escrever sobre sua vida pessoal, fez com que mais tarde descobrissem sua real identidade.

Postou por um tempo no chan AlmightyLOL (quando começou sua fase de camwhoring) e abriu um tópico para discutir a sua primeira menstruação (normal para uma garota pré-adolescente entre 11 e 13 anos). Quando alguns pediram suas fotos nuas (o tal famoso CP), ela se recusou a tira-las (por razões óbvias!), o que causou a ira dos malucos e a fez ser identificada mais tarde.

Biografia[editar]

Antes de 2005[editar]

Há poucos detalhes da sua infância e vida estudantil. Sabe-se que ela morava com seus pais em algum local no sul da Flórida e estudava numa escola de cristã católica.

Começou suas artimanhas na internet em 2005, aos 12 anos, quando começou a fazer amizade por conta própria com crianças e adultos através do site Gaia Online, onde também recebeu propostas indecentes (antes se identificava como Dolores.

Graças ao Gaia Online, começou a experimentar sexo virtual através do Yahoo! Messenger e a mandar fotos nuas dela (sim, antes mesmo ser famosa) usando Gaia Gold, uma moeda virtual no site. Logo depois, um amigo da internet chamado Josh a introduziu ao 4chan, dizendo que era um site divertido mas também alertando sobre os pedófilos à espreita e desaconselhando a publicação de fotos suas.

2006: Loli-chan[editar]

No início de 2006, contrariando os conselhos de Josh, começou a compartilhar suas fotos no 4chan. A primeira fotografia postada foi uma selfie com carimbo de data e hora em homenagem a Cracky Chan. Devido à sua aparência jovem, ela rapidamente recebeu o apelido de "Loli", em seguida "Lolicon", e por fim "Loli-chan". Ao começar a usar o apelido "Loli-chan" no 4chan, recebia centenas de mensagens de homens mais velhos por dia.

Em algum momento de março ou abril, uma board dedicada à Loli-chan foi criada em outro chan, chamada de Chanchan (hoje ChanSluts) e ela se tornou a primeira camgirl a postar em seu próprio quadro, começando a ter fama em outros sites.

Em 1º de maio daquele ano, uma postagem no messageboard Loveline Companion, dedicada ao programa de rádio sindicalizado do Dr. Drew Pinsky, começou um tópico convidando os usuários da internet a se unirem para derrubar o 4chan, alegando que o site era "um paraíso para pedófilos, desviadores sexuais e todo tipo de gente desagradável". A postagem também sugeria que a Loli-chan poderia ser uma policial disfarçada tentando atrair predadores ou uma garota mais velha que aparentava e fingia ser menor de idade.

Loli-chan em cosplay de colegial japonesa
Loli-chan must be shut down

Had To Get It On

Monday, May 1,2006 at 2:40 PM Edited Monday, May 1,2006 at 2:42 PM

There's an imageboard called Loli-chan which features a alleged 13 year old girl from south Florida who goes by the online handle of the same name, "Loli-chan". On this board she posts pictures of herself, clothed so far. Pedophiles, sexual deviants and all kinds of unsavory people flock there to interact with her I don't know if she's a cop, or if it's an older brother doing this or who knows. But I do know that it's disturbing. It's gotten a lot tamer recently because she claims she's waiting for a new camera and hasn't been taking new photos. It used to be ridiculous. Guys were posting pictures of their cocks, begging for her contact information and generally acting a fool. I fear when it gets popular again it can all blow up. She thinks she's smarter than the average kid and her pedo-teasing is all a gag. She loves getting attention for much older guys with all sorts of ideas in their heads; her "fans" as she likes to refer to them. I wonder how many parole violations are going on there. :-o I'm not a lawyer and I'm not sure what's legal but this must end immediately. -Had To Get It On text font line

Tradução:

Loli-chan merece ser derrubada

Had To Get It On

Segunda-feira, 1º de maio de 2006 às 14h40 Editada na segunda-feira, 1º de maio de 2006 às 14h42

Há um imageboard chamado Loli-chan que apresenta uma suposta garota de 13 anos do sul da Flórida, que usa o apelido on-line de mesmo nome, "Loli-chan". Nesta board, ela posta fotos de si mesma, até agora com roupas. Pedófilos, pervertidos sexuais e todo tipo de pessoas desagradáveis se aglomeram lá para interagir com ela. Não sei se ela é uma policial, ou se é uma irmã mais velha fazendo isso ou sabe-se lá o quê, mas eu sei que isso é perturbador. Ela tem aparecido pouco recentemente pois afirma que está esperando por uma nova câmera e não está tirando novas fotos. Isso costumava ser ridículo. Os caras estavam postando fotos de seus paus, implorando pelas informações de contato dela e geralmente se fingindo de bobos. Temo que, quando se tornar popular novamente, tudo possa explodir. Ela acha que é mais esperta do que crianças comuns e que suas provocações são apenas uma piada. Ela adora chamar atenção de homens muito mais velhos com todo tipo de ideias em suas cabeças; seus "fãs", como ela gosta de se referir a eles. Me pergunto quantas violações de condicional estão acontecendo lá. :-o Eu não sou advogado e não tenho certeza se isto é legal, mas isso deve acabar imediatamente.

-Had To Get It On text font line

2006: Verdadeira identidade revelada[editar]

Provável chan feito por seus fãs que surgiu em 2006 e que ficou muitos anos no ar.

No mesmo ano, uma advogada militar privada chamada Jacqueline Singh (membro da GNAA), que investigava atividades criminosas na internet, analisou umas das fotos da Loli-chan em que ela aparecia em seu uniforme escolar católico. Foi a pista pra descobrir a identidade da menina, que mostrava apenas o seu rosto e era conhecida apenas pelo nick. Signh pesquisou o nome da escola e conseguiu localizá-la no sul da Flórida (o mesmo local em que a então Loli-chan alegava morar), conseguindo o telefone e endereço. Ligou então para a direção da escola.

No telefonema, Singh notificou a direção da escola sobre quem era Loli-chan e o que ela estava fazendo. A direção escolar, então, ordenou aos professores e funcionários que investigarem internamente quem seria essa aluna, que mais tarde identificaram como Dolores.

Após a identificação, foi realizada uma reunião entre o diretor da escola e o padre da igreja associada com os pais da menina. A escola decidiu suspender Dolores das aulas e obrigou os pais dela a encaminharem a garota ao psiquiatra (que aparentemente disse posteriormente que ela é saudável e esse é um comportamento normal). Os pais dela tiveram uma reação violenta quando souberam de suas artimanhas e a proibiram de usar a internet em casa.

No entanto, alunos da classe que a conheciam e perceberam sua ausência (alegava-se apenas suspensão por mau comportamento) passaram a questionar o caso e conseguiram descobrir o real motivo da suspensão, chocou a todos.

Apesar da descoberta da sua real identidade, ela continuou a postar fotos e vídeos on-line em lugares que seus pais não a encontrariam, incluindo suas boards no ChanSluts. Alguns teóricos da conspiração sugerem que a Dolores foi para o GNAA (onde veio a militar Jacqueline Singh que fez a direção escolar descobrir a sua identidade) para que a ajudassem a sair do camwhoring de uma maneira altamente dramática. Loli sempre negou esses rumores da sua ida ao GNAA, mas fortes evidências sugerem o contrário, pois há muitas perguntas sem resposta.

No dia 9 de setembro de 2006, Loli-chan voltou ao chan, mas apenas para se despedir de seus fãs, pois agora ela deixaria de praticar camwhoring. Seu status de "-chan" foi revogado:

loli-chan 06/09/08(Fri)05:30

faggot, do you expect me to be some kind of magical wizard with the answers to everything?

Anos seguintes[editar]

Provável imagem dela em 2012 (aos 19 anos, aproximadamente). Ela teria continuado a atuar como camgirl no site MyFreeCams com o apelido "Jezeb3l".

Em 2007, aos 14 anos, ela conheceu seu primeiro namorado on-line (que tinha 30 anos) e o largou oito meses depois (em 2008) após ver uma foto dele pela primeira vez. Seu segundo e último namorado on-line conhecido usava o pseudônimo de George Peard a pressionou para compartilhar fotos nuas com ele, que postou no 4chan. Na mesma época, um homem chamado Zach lançou o site LolichanArmy (hoje extinto) para fãs dedicados a manter as informações pessoais de Loli longe de predadores.

Em novembro de 2008, alguns supostos sets de imagens dela (usando outro nick) foram vazados no 4chan por George Peard. Pelo menos é o que uma foto, postada por Loli-chan no 4chan depois que as imagens foram postadas, está nos dizendo (havia um tópico no Chansluts contendo todas as fotos).

Em 28 de agosto de 2012, outro vazamento de imagens da Loli-chan foi realizado no site MyFreeCams pela conta Jezeb3l, que ela supostamente usava para fazer transmissões online. Suas imagens foram enviadas para o Chansluts para que todos desfrutassem. (https://www.chansluts.com/general/girls/res/5094.php)

Atualmente, ela não está interessada em sexo ou relacionamentos. Isso, obviamente, não impede que sua base de fãs pedófilos perguntem frequentemente, muitas vezes provocando guerras contra seus fãs que não querem estuprá-la. Como se pode ler, Loli fica evasiva com a verdade dos fãs e haters.

Em 2015, participou no filme curto chamado A Girl Runs Away que pode ser encontrado no YouTube aqui que é sua primeira atuação como atriz.[nota 1]

Notas[editar]

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Nome verdadeiro definitivo da garota, após pesquisa do autor desta biografia que encontrou até o filme dela. Inicialmente era Dolores, mas era entre outros nicks usados por ela.
  2. na época, não existia o termo "rede social"

Links externos[editar]