Jessi Slaughter

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Jessi Slaughter
Damien 2019.png
Jessi, ou Damien, em novembro de 2019
Nome realJessica Leonhardt
ApelidosJessi Slaughter, Damien, KerliGirl13, degrotesquedami
Nascimento27 de julho de 1998 ou 1999
ResidênciaFlórida
Conhecido(a) porPerseguição e vídeos hilários em 2010
Outros linksTwitter
Instagram
Tumblr

Jessica Leonhardt ou Damien Rose Leonhardt, anteriormente conhecida pelo seu apelido Jessi Slaughter (em inglês: Jessi Matança ou Jessi Chacina) e pelo seu nome de usuária KerliGirl13 no YouTube, é uma jovem americana que se tornou alvo de um ataque e perseguição em massa pelos usuários do 4chan em julho de 2010, depois de lançar em uma série de vídeos no YouTube um discurso público contra a comunidade dos imageboards.

A briga levou rapidamente à criação de centenas de macros e vídeos de remixes que zombavam de Jessica e seu pai, que mais tarde também se envolveu no drama, desencadeando em uma das primeiras discussões públicas sobre cyberbullying como um problema sério na mídia.

Biografia[editar]

Antes de 2010[editar]

Jessi em um dos seus vídeos no seu canal original KerliGirl13

Jessica Leonhardt nasceu no estado da Flórida em 27 de julho do ano de 1998 ou 1999. Em 2009 (entre 9 e 11 anos de idade), criou uma conta no YouTube com o nome de KerliGirl13. Começou a postar vídeos sobre sua vida pessoal e novidades na época, desde moda ao que ela tinha feito no dia ou semana anteriores à gravação dos vídeos. Os seus fãs a apelidaram de "Jessi Slaughter" por causa de alguns vídeos muitos emotivos, tristes e seu tipo de penteado que lembra muitos dos emos que viviam seu auge, o que sugeria que ela fosse emocore, o que ela sempre negou. Ela falava bastante palavrão.

Em um dos vídeos originais, mostrado abaixo, ela diz aos seus haters que eles são apenas invejosos e que ela é linda, popular e perfeita, além de negar que tem 9 anos, dizendo que tem 11, é que não é emo nem scene,[nota 1] mas apenas finge ou brinca de ser e não usa rótulos, entre outras coisas. Ela fala coisas bem vulgares e ofensivas, como "chupe um pinto, contraia AIDS e morra" e faz ameaças violentas, como "se vocês não pararem, sabem o que eu vou fazer? Eu vou atirar com uma GlockWikipedia's W.svg na boca de vocês e fazer seus cérebros escorrerem".

2010[editar]

Rumor[editar]

Em 10 de julho de 2010, o usuário tdomf_e8e13, do site de rumores StickyDrama, postou uma acusação gravíssima de que Dahvie VanityWikipedia's W.svg, o vocalista da banda eletrônica Blood on the Dance FloorWikipedia's W.svg (BOTDF), estava buscando um relacionamento sexual com a YouTuber menor Jessi Slaughter. Detalhe: ela tinha 11 anos e a acusação era falsa (pelas leis americanas, isto constituiria crime de estupro e pedofilia, com penas que levam a prisão perpétua).

BOTDF lead singer Dahvie Vanity is at it again! He was apparently having a “friend with benefits” type of relationship with self-proclamed “scene queen” Jessi Slaughter who is only 11! I have also talked to other people who say that they did fuck last sumer when she was 10.

Tradução

O vocalista do BOTDF, Dahvie Vanity, está de volta! Ele aparentemente estava tendo um relacionamento do tipo "amizade com benefícios" com a autoproclamada "rainha scene"[nota 1] Jessi Slaughter, que tem apenas 11 anos! Eu também conversei com outras pessoas que dizem que eles transaram no último verão quando ela tinha 10 anos.

Em 12 de julho, Jessi postou uma resposta no StickyDrama, negando as alegações.

People STFU This Is A Very Private Matter And Im Dealing With It.

This Post Ruined Muh Life…

And Yes That Was Muh Status On Myspace! Cuzz I Saw A Squril Fall Out Of A Tree In Muh BakYard!

It Was Funnah To Meh!

Muh Mom Has Read This And Is Talking To Dahvie On The Fone Right Nao!

So I Would Shut Your Mouths If I Were You!

I Have Muh Life And Dahvie Has His.

We Are Just Friends!

Pessoal, calem a boca! Esta é uma questão muito particular e estou lidando com ela.

Este post arruinou a minha vida…

E sim, foi o meu status no Myspace! Porque vi um esquilo cair de uma árvore no meu quintal!

Eu achei engraçado!

Minha mãe já leu isso e está conversando com o Dahvie no telefone agorinha.

Então eu calaria suas bocas se eu fosse vocês!

Eu tenho minha vida e o Dahvie tem a dele.

Nós somos apenas amigos!

Em 14 de julho, um vídeo de Jessi reclamando de assédio foi postado no /b/ do 4chan. Pouco depois, ela recebeu uma inundação de ataques no seu Tumblr.

Anônimos logo descobriram suas informações pessoais, incluindo número de telefone, endereço e sua conta do Twitter. Começaram a perturbar a residência dos Leonhardt com trotes telefônicos e e-mails de ódio. Em um vídeo enviado por Stickam em 15 de julho, Jessi é vista atendendo o telefone durante um dos trotes.

Discurso de Gene Leonhardt[editar]

Em 15 de junho, após as implacáveis ​​ondas de assédio praticadas pelos trolls, Jessi postou no YouTube um vídeo de resposta chorando, em que seu pai Gene Leonhardt entra em cena do nada e faz um discurso zangado contra os atacantes. Sem querer, ele proferiu um discurso altamente explorável que foi rapidamente adaptado a frases de efeito e macros, incluindo "You done goofed ("já chega das bobagens de vocês"), "backtraced" ("rastreei"), "cyberpolice" ("polícia cibernética") e "consequences will never be the same" ("as consequências nunca mais serão as mesmas").

O vídeo se tornou um sucesso imediato nas horas seguintes. Surgiram sites baseados unicamente nas frases do discurso, como YouDunGoofd.com e BecauseIBacktracedIt.com. Usuários do YouTube realizaram paródias e seus próprios remixes, reconstituições e outros comentários sobre Jessi e o discurso de seu pai.

"Jessi Slaughter Given PCP by Her Father"[editar]

Por volta das 15 horas (EST) do dia 16 de julho, rumores infundados de "Jessi Slaughter Given PCP by Her Father" ("Jessi Slaughter recebe PCP de seu pai", que remete ao uso de drogas) começaram a aumentar rapidamente no YouTube e no Google Trends.

A farsa maliciosa foi identificada pelos serviços de bookmarking social e blogs, onde logo foi revelada como mera desinformação propagada pelos trolls usando táticas como o Googlebombing (bomba do GoogleWikipedia's W.svg).

Ameaças de morte e Investigação policial[editar]

Entre os dias 15 a 16 de julho, de acordo com a mãe de Jessi, Dianne Leonheardt, além dos trotes feitos depois que seu número de telefone foi espalhado na internet, ela começou a receber telefonemas com ameaças de morte contra a sua filha e seu marido, chegando ao ponto de pedir ajuda da polícia.

Nos dias 16 e 17 de julho, o drama online da família foi relatado em inúmeros blogs e sites de notícias na Internet, incluindo The Daily What, BuzzFeed, BoingBoing, Gawker e San Francisco Chronicles.

O xerife local identificado como Gawker relatou, na noite de 18 de julho, que Jessi havia sido colocada sob proteção policial logo após seu vídeo viralizar. Ele iniciou uma investigação criminal sobre essas ligações e um tribunal local ordenou que ela ficasse fora da Internet até pelo menos 21 de julho. Depois do vídeo e as notícias da família Leonheardt virarem assunto nos Estados Unidos, passaram a ter vigilância policial constante.

Horas depois, Gawker atualizou o artigo para observar que uma porta-voz do departamento de xerife do condado de Marion, Flórida, declarou que, embora exista uma investigação atual envolvendo uma menina de onze anos, eles estão investigando a existência de imagens pornográficas dela e os trotes que fazem referência a eles. A porta-voz também teria dito "Não houve nenhum tipo de ameaças de morte ou de danos".

Gene Leonhardt e "Jessi Slaughter" brigam e o pai vai preso[editar]

Após o caso ter repercussão nacional, Jessica Leonhardt voltou à escola, mas teve que lidar com a rejeição: ela praticamente perdeu seus colegas e foi alvo de hostilidade. Ela foi obrigada a se mudar para outra escola e mesmo assim, era reconhecida e alvo de ódio, chegando a ficar sem estudar.

As últimas imagens de Gene e Jessica Leonhardt em 2010 foram em 2 de agosto, onde mostra uma discussão acalorada entre eles,gravada por outro usuário do Tinychat que estava logado na mesma sala de bate-papo durante a troca de informações com o pai.

Em 25 de março de 2011, Gene e Jessica Leonhardt voltaram às manchetes nacionais após o jornal The Daily What divulgar que Gene foi preso. De acordo com um relatório policial apresentado pelo delegado do xerife do condado de Marion, Gene supostamente deu um tapa na boca de Jessica durante uma discussão acalorada, fazendo com que ela sangrasse. Gene, que segundo a polícia parecia intoxicado, alega que ter batido na filha depois dela ter lhe dado um soco e que o sangue em seu rosto era "sangue teatral". No tribunal, Gene se declarou inocente das acusações de abuso infantil e foi libertado sob fiança de US$ 5000.

2011[editar]

4chan vs. Gawker[editar]

Em 7 de julho, novos relatórios policiais foram divulgados pelo Gabinete do Xerife do Condado de Marion e pelo jornal The Smoking Gun, revelando os detalhes dos problemas comportamentais de Jessi e a prisão de Gene Leonhardt que aconteceram no início de fevereiro, o que confirma a publicação do jornal The Daily What. Entre a série de artigos de Gawker de Adrian Chen sobre a situação, havia um intitulado "A arte de trollar: dentro de uma campanha de difamação do 4chan".

Depois de descrever o plano de ataque do 4chan contra Dahvie Vanity com screenshots e links, Chen linkou uma sala de bate-papo, desafiando os leitores a trolla-la. Enfurecido, o /b/ do 4chan partiu para derrubar os principais servidores de Gawker por volta do meio dia de 19 de julho. Após o site não ter caído, foi lançado um ataque contra Adrian Chen. Gawker publicou um artigo detalhando toda a trama, afirmando que eles não tinham medo. A cobertura da tentativa de derrubar Gawker apareceu no blog Village Voice e no Daily Intel da New York Magzine.

Família Leonhardt volta a aparecer[editar]

Em 20 de julho, Momlogic publica uma entrevista com a mãe de Jessi em que revela sua própria falta de supervisão dos pais por causa dos vídeos.

Em 22 de julho, Jessi apareceu no jornal Good Morning America para discutir como a reação a seus vídeos mudou sua vida e revelou que começaria aconselhamento.

O 4chan se preparou para uma menção no programa com Operation /b/ ipolar e colocou a música-tema do Good Morning America no fundo do /b/ com um fio pinado mostrando esta imagem. Naquele dia, "4chan é voltado para famílias" tornou-se um dos trending topics no Google Insights.

As desculpas de Jessi[editar]

Jessi Slaughter voltou à tona para dizer que tinha mantido relações sexuais com Dahvie Vanity e os outros membros da banda. Como Dahvie já tinha sido acusado de comportamento abusivo e sexual com fãs, algumas menores de idade, sendo até preso, isso deu deu uma grande repercussão.

Em 11 de agosto, o YouTuber HiroKasumi enviou um vídeo intitulado "Jessi Slaughter Apologies [2011]", em que Jessica pede desculpas à banda Blood on the Dance Floor por acusá-los de estupro. Ela afirma que está atualmente em um orfanato depois de passar por vários hospitais psiquiátricos. O vídeo foi gravado por um amigo dela, pois Jessi não tinha privilégios de usar computador ou qualquer meio que acessasse a internet.

Morte do pai da Jessi[editar]

Postagem de 2011.

Em 14 de agosto, a mãe de Jessi, Dianne, anunciou em seu Facebook que seu marido Gene Leonhardt havia falecido no dia 11 (no mesmo dia em que seu vídeo de desculpas da Jessi foi enviado) devido a um grande ataque cardíaco.

Uma semana depois do vídeo de desculpas aparecer no YouTube, praticamente sumiu da internet, provavelmente por causa da morte repentina do seu pai.

2012[editar]

Retorno à Internet com visual diferente[editar]

Jessica, em 2012, como "Damien"

Nos primeiros dias de 2012, Jessi voltou a dar as caras na internet, mas com uma aparência bizarra, diferente do ano anterior, e começando a engordar.

Em 23 de janeiro, Jessi criou uma nova conta do YouTube com o nome "ShinigamiKilla".

Em 7 de março, criou o blog Tumblr "Gorgonize The Masses", apresentando várias postagens respondendo perguntas de fãs. A conta hoje está sem nada.

Em 8 de abril, foi criada a conta @DamienAkuma no Twitter, que incluía vários tweets referentes à criatura mítica do Slender Man. A conta incluía uma descrição sugerindo que ela mudaria o nome para "Damien". Não postou mais nada desde julho de 2012.

Em 27 de abril, um vídeo intitulado "Lovely – MorningStar [A work in progress]" foi postado no seu canal e incluía uma música escrita por ela acompanhada de várias fotografias de si mesma.

Em 28 de maio, um tópico foi criado no fórum de cosméticos GuruGossip linkando o canal Shinigamikilla e alegando que ela havia se tornado transgênero.

Em 3 de junho, Jessie/Damien enviou um vídeo anunciando que responderia perguntas dos espectadores, mas alertou para não fazerem perguntas sobre o falecido pai.

Em 5 de junho, o blog de notícias sobre cultura na Internet The Daily Dot publicou um artigo intitulado "Controversial Cyberbully Victim Jessica Leonhardt returns to YouTube" ("A Controversa Vítima de Cyberbullying Jessica Leonhardt retorna ao YouTube), observando que Leonhardt parecia surpreendentemente feliz em muitos dos novos vídeos.

Jessi cria conta pra editar e retirar informação biografia na Encyclopedia Dramatica (ED)[editar]

Em 6 de dezembro de 2012, Jessi criou uma conta na Encyclopedia Dramatica (ED) na esperança de remover informações que alegavam que ela "teve algo" com o vocalista da AFI (A Fire Inside) Davey Havok em 20 de outubro de 2012, o que seria o primeiro registro dela como uma editora wiki na internet:[1]

Jessi Claims to Have a "Thing" with Lead Singer of AFI

About October 20th, 2012, Jessi claimed on tinychat to have a "thing" with lead singer "Davey Havok" from A Fire Inside. She said she had gone to one of their shows and their manager recognized her and said she was "pretty fucking cool for her Youtube videos" and invited her backstage with the band. She then said she had gotten Davey's number and they were talking all night and told her he was "falling for her." For a man who's almost 40 years old and looks like a complete faggot I highly doubt he'd be getting with a 14 year old. Nice try Jessi! We aren't falling for this one too!...

Tradução:

Jessi Alega Ter uma "Coisa" com o Vocalista da AFI

Por torno de 20 de outubro de 2012, Jessi afirmou no tinychat ter uma "coisa" com o vocalista "Davey Havok" do A Fire Inside. Ela disse que tinha ido a um de seus shows e seu gerente a reconheceu e disse que ela era "muito legal e fodástica por seus vídeos no Youtube" e a convidou para os bastidores da banda. Ela então disse que tinha conseguido o número de Davey e eles estavam conversando a noite toda e disseram que ele estava "se apaixonando por ela". Para um homem que tem quase 40 anos e parece um completo viado eu duvido muito que ele estivesse com alguém de 14 anos. Boa tentativa, Jessi! Não estamos apaixonados por este também!...

Todas as edições foram revertidas continuamente, pois Jessi não tinha ideia de como a ED funcionava, além de ter sua conta bloqueada, achando que simplesmente excluir textos do artigo resolveria tudo. Revoltada por não retirarem a informação, ela reclamou no perfil pessoal no Tumblr:

STUPID STUPID PEOPLE I went onto my EncyclopediaDramatica page today and I saw that they had made a false statement saying that I claim to have a “thing” with Davey Havok. I do not even know where to begin with how wrong this is! Just if somebody knows how to edit an ED article and take it down please contact me cause I do not want this shit getting out of hand.

I wanna be somebody else

I don’t want to cease to exist, I just want to disappear…

Tradução:

POVO ESTÚPIDO, ESTÚPIDO! Fui hoje à minha página da EncyclopediaDramatica e vi que haviam feito uma declaração falsa dizendo que afirmo ter "algo" com Davey Havok. Nem sei por onde começar sobre como isso é errado! Se alguém souber apenas editar um artigo da ED e retirá-lo, entre em contato comigo. Eu não quero que esta merda fique fora de controle.

Eu quero ser outra pessoa

Eu não quero deixar de existir, eu só quero desaparecer…

Depois de 2013[editar]

Ela continuou a engordar e, de tanto ganhar peso, passou a usar bengala em 2013.

Em 2014, não conseguiu mais ficar em pé e foi obrigada a usar cadeira de rodas por conta de problemas de saúde até 2018, quando começou a emagrecer.

Hoje ela tem contas no Instagram, Twitter e Tumblr e aparentemente se identifica como andrógina (nem homem nem mulher).

Galeria[editar]

Reais[editar]

Montagens[editar]

Notas[editar]

  1. 1,0 1,1 Scene é uma subcultura semelhante aos emos.

Salsa

Fontes[editar]

Em inglês

https://encyclopediadramatica.se/Jessi_Slaughter (está com filtro!)

Em português
Em espanhol
Em francês