Internet

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Depois de você ter esperado tanto tempo o download daquele vídeo pornô com a Juliana Paes.

Internet (conhecido também como Interwebz) é a coisa mais incrível do mundo, tanto que inventou outro mundo, o mundo virtual, onde tudo que acontece nele não aconteceu de verdade, mas tem babacas que acham que realmente aconteceu.

A Internet nada mais é que um lugar que foi feito para facilitar a vida, mas atualmente, está é fudendo a vida de muitas, dessas pessoas que tem sua vida fudida, 60% são porque são babacas, ou seja, colocam fotos na Internet com objetivos que nem ela sabe, marcam encontros com pessoas que elas nem conhecem, é o mesmo que você chegar para um velho na rua e dizer: "quer me encontrar mais tarde lá em casa?", lógico que se ele aceitar ele vai foder com você, pense bem, se você vai marcar uma porcaria de encontro via Internet, e você é que pensa que não vai acontecer porra nenhuma, é tu quem tá fudido, se você é que quer estuprar roubar e matar a vítima, então você é o vilão, mas há casos raros em que o objetivo dos dois do encontro é roubar estuprar e matar o outro, resultado: banho de sangue.

Já os outros 70% (a Internet não tem limites) de vidas fudidas são por culpa do 4chan, os nerds de lá pensam que tem poder para dominar o mundo e acabam presos.

Além disso,a Internet é atualmente, a culpada por criar burros que se acham nerds (Basimgueiros).

Como funciona?

Típico aviso importante da Internet.

Vou explicar uma parte do funcionamento de forma simplificada, mas antes vou deixar um link para um tutorial de como destruir a Internet que já explica alguma coisa: http://gizmodo .uol.com.br/como-destruir-a-internet/.

Como me conecto ao RedTube

Uma das representações pra mostrar a diferença entre a Surface Web e a Deep Web. Na época o Wikileaks não devia ter emergido.

Pois bem, você está em casa e digita "www.redtube.com" no seu browser. Isso faz seu browser solicitar ao modem conexão com o site, e seu modem leva a solicitação até a central regional do seu provedor, ou central municipal, se a cidade for grande o bastante para ter uma central própria. Seu provedor lhe proverá o quê? De uma conexão com a rede internacional, internet. Até o momento você se conectou apenas com redes locais na sua cidade, mas você quer se conectar com o servidor do Redtube nos Estados Unidos. Antes de se conectar lá, porém, você precisa saber qual é o endereço do Redtube, ou não vai ter como sua solicitação chegar lá.

Ora, mas já não dei o endereço "www.redtube.com"? Sim, mas este endereço tem de ser traduzido para um endereço real. Os computadores não identificam seus endereços através de letras, mas através de endereços IP como "123.321.213.231". Você tem um, seu provedor tem um, e o Redtube tem um também. Só que seu provedor de internet não sabe o endereço de todos os sites do mundo, já que esse não é o trabalho dele. Ele só te conecta na internet, nada mais. Quem tem a tabela de "nomes" (redtube.com) e "endereços" (IP) são os servidores DNS: é para lá que a sua solicitação vai, depois de passar pelo provedor. Esse servidor DNS então te retorna o endereço real, para que você possa se conectar com os servidores do Redtube.

Erro ao criar miniatura: Arquivo com dimensões maiores que 12,5 MP
Infográfico que mostra os cabos submarinos de internet em uma data desconhecida, mas após 2006.

Então acabou, era só isso? Não! Agora que você sabe o endereço, depois de consultar a "lista internética" do servidor DNS, você pede para seu provedor lhe conectar logo ao servidor do Redtube. De novo sua solicitação sai de seu browser, passa pelo modem, vai à central regional de seu provedor, e este encaminha sua solicitação para o caminho que vai levar sua solicitação mais rapidamente. Observe que seu provedor não é dono de todo o caminho até o Redtube ou até o servidor DNS: ele paga para usar os cabos de fibra ótica de outras empresas, que fazem a conexão. E quem paga o provedor é você, então até agora você foi responsável pelo custeio de toda a conexão da internet usada. Os servidores DNS eu acho que quem paga para manter são os donos dos sites, assim como quem paga para fazer o ICANN continuar existindo e registrando os domínios dos sites.

Enquanto eu falava de outras coisas, sua conexão chegou aos Estados Unidos e foi encaminhada para o provedor onde o host do Redtube se localiza. Muito provavelmente o Redtube hospeda seu site no host de outra empresa (GoDaddy, por exemplo) pois para a maioria dos sites isso é muito mais barato do que ter um servidor próprio. Esse host então recebe a solicitação (a sua) que o provedor dele enviou para ele, vê que alguém quer o site "www.redtube.com" e manda o site para o provedor dele, que manda em diante por vários intermediários e chega até seu provedor, que manda para seu computador. Pronto! Você recebeu o site e está vendo ele na sua tela, no browser.

Cabo submarino de internet saindo na praia. Teoricamente deveria estar enterrado, mas o mar não deixa.

Toda essa suruba aconteceu em cerca de 2 segundos!!!

Mas porra, minha conexão foi pros Estados Unidos?

Sim. O site está lá, então você tem que se conectar com aquele país para pegar os dados do site, sem os quais você não tem como vê-lo. Para se conectar até lá, muito provavelmente você pegou um cabo de fibra ótica submarino. Todas as conexões intercontinentais dos países se dão por algumas centenas de cabos submarinos. Quando o país não tem nenhum cabo próprio, ele envia os dados para um país vizinho, que tenha um cabo submarino. Esses cabos são compridos, evidentemente, e só conectam uma ponta à outra deles, como todo cabo. São como os axônios dos neurônios: o país todo é um emaranhado de cabos ligando várias casas, e a ligação entre os países se dá por uns três cabos, por exemplo.

O problema atual é que a maioria dos sites está hospedada nos Estados Unidos ou na Europa, o que faz com que quase todo o fluxo de internet local tenha de ser enviado para fora por esses cabos. Isso obriga a custos gigantescos com instalação de cabos e permite, por exemplo, que a NSA inspecione cada bit de informação que passa nos EUA.

Como o próprio Prism revelou, a enorme maioria do tráfego de dados da internet passa nos Estados Unidos.

Isso pois os dados ficam sujeitos às leis de lá depois de entrarem naquele território (o que não acontece com os cabos submarinos, que ficam em território internacional).

E tem como não passar pelos Estados Unidos? Não, do contrário a rede não seria internacional. Os sites dos EUA ficariam inacessíveis se você não se conectasse a ele. Mas o que pode acontecer, e o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo disse ser necessário, depois que o Edward Snowden revelou os dados da NSA, é que os sites brasileiros parem de ser hospedados no exterior e fiquem aqui no Brasil (hospedado, por exemplo, na Locaweb).[1] Por exemplo, queria obrigar o Google a ter datacenter no Brasil.[2] Isso removeria a maioria do tráfego desnecessário que se faz com os EUA e Europa. Mas, como se vê na imagem ao lado, a América Latina não tem conexão direta significativa com a Ásia e Pacífico. Se houver muita demanda (o que é improvável, já que não muita gente entende a língua dos sites de lá), o tráfego vai ter de usar os EUA (que tem conexão com aquele continente) como intermediário.

Ligações externas

Porra, cadê os links para sites pornôs?

Você

Porra meu, vá procurar sozinho, cara, você tem que ser a pessoa mais idiota do mundo para não conseguir achar pornografia na Internet, porque pornografia é o que mais tem. Afinal, é o lugar onde punheteiros se sentem em casa.

Referências