Homoerotismo

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Homoerotismo na Grécia Clássica

Homoerotismo, na história da arte, nos sites de putaria, nas revistas de moda e na televisão, se refere a esculturas, pinturas, fotografias e filmes onde é dado um destaque exagerado ao corpo masculino, com intensões eróticas.

Obviamente, para qualquer homem normal, homoerotismo é uma merda.

Mas homoerotismo tem um público cativo, são os homens gays ou bissexuais, e as mulheres mal comidas que fingem que querem homens não pelo dinheiro, como qualquer mulher normal, mas por seu corpo, como uma vadia. Claro que, para estes grupos, homoerotismo não é uma merda (exceto literalmente, quando o homoerotismo se torna gay porn com scat).

Ao contrário da pornografia, que existe desde que o ser humano passou a pensar (e virou Homo sapiens, onde neste caso Homo não é de viadagem, mas de homem)... Aliás, ninguém sabe se o Homo de homoerotismo se refere a ser humano (o que, neste caso, seria um pleonasmo) ou a igual (o que, também neste caso, seria qualquer erotismo envolvendo duas ou mais pessoas do mesmo sexo), já que as duas expressões estão erradas. O mais correto seria chamar este tipo de viadagem de Androerotismo, deixando claro que o que está sendo erotizado é um ser humano masculino, e não um ser humano genérico ou seres do mesmo sexo.

Homoerotismo na Alemanha Nazista

Mas voltando à história, não se sabe se havia homoerotismo antes da Grécia, mas foram os gregos que fizeram a maior divulgação deste tipo de arte. Como qualquer leitor desta merda já deve ter aprendido, a civilização grega tinha uma cultura altamente aviadada, onde cada homem adulto era incentivado a pegar algum garotinho para comer seu cu (ou comer nas coxas). Assim, nada mais natural que a arte grega, inicialmente, tivesse um aspecto altamente homoerótico. O homoerotismo na Grécia durou até a época de Frineia, uma puta muito gostosa que fez com que os gregos também passassem a apreciar imagens de mulher pelada, pois ela era tão delícia que eles acharam que só podia ser um milagre da puta-mor do seu panteão, a deusa Afrodite.

Depois veio o Império Romano, a Idade Média, a invasão e conquista das Américas e o colapso do império europeu, e seria chato pra caralho dizer em que fases desta porra o homoerotismo teve sucesso ou foi fail.

Homoerotismo nos sites de esporte.

O homoerotismo ressurgiu com força total nos regimes totalitários do século XX, com o realismo socialista da União Soviética e com as imagens gays de arianos puros marchando ao som da música de Richard Wagner na Alemanha Nazista.

Atualmente, o homoerotismo é muito forte em algumas áreas:


Homoerotismo faz parte da grande série temática da Wikinet sobre putaria
  1. REDIRECIONAMENTO Lista de posições relacionadas/Homoerotismo