HSV

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

HSV (do inglês, hue, saturation, volume) é um outro padrão de cores, baseado no RGB.

Mas não adianta merda nenhuma ficar falando e falando sobre esta porra sem dizer para que serve, porque, se no final vai tudo virar RGB, então porque não usar RGB direto?

O interessante deste padrão é que ele isola o que é cor (e saturação) do que é volume (que é parecido com intensidade, mas não é a mesma coisa, mas vamos fingir que é, porque a explicação da diferença é TL;DR; e ninguém se importa com isso).

No padrão RGB, cada pontinho na tela é representado por três números que ninguém tem a menor ideia do que sejam. No padrão HSV, também são três números, mas estes números já tem um significado humanamente compreensível.

H (hue) é o que os leigos chamam de "cor", mas que, mais precisamente, seria chamado de alguma outra merda que provavelmente um decorador ou artista plástico sabe o que significa, mas que não interessa no momento. O importante é que esta é uma escala circular, e varia pelas cores do espectro, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil, violeta (as cores da bandeira gay), voltando ao vermelho. Sendo uma escala circular, muitas vezes ela não é representada com números (digamos, de 0 a 1) mas como se fossem ângulos (de 0o até 360o, ou, se forem usados graus Farenheit, de 32oF a 680oF)

S (saturation) diz o quanto a cor deixa de ser cor e vai virando cinza. Por exemplo, quem já brincou de misturar tinta sabe que se misturar tinta vermelha com tinha branca obtém-se uma tinta rosa. No sistema RGB, uma merda destas é tratada através de números incompreensíveis, com vermelho = (100%, 0%, 0%), branco = (100%, 100%, 100%) e rosa = (100%, 50%, 50%), mas, no padrão HSV, esta mistura é clara como água (colorida): vermelho = (vermelho, 100% de saturação), branco = (não se aplica, 0% de saturação) e rosa = (vermelho, 50% de saturação). Os diversos tons de rosa, desde um rosinha quase branco até um rosa quase vermelho, que, no RGB, são números do tipo (100%, x, x), no padrão HSV são representados por números em que H corresponde sempre ao vermelho, variando apenas a saturação. Porra, este texto ficou muito gay!

V (volume) dá uma ideia de se a cor é muito clara ou muito escura. De novo com o exemplo do vermelho, assim como podemos variar a saturação, passando do vermelho ao rosa e depois ao branco, também podemos variar o volume, como se fosse uma lâmpada vermelha que fosse ficando fraca até ficar preta.

Muitos programas trabalham com o HSV para fazer merda com as imagens, por exemplo, o GIMP tem um modo de "rotação" de cores que pega as cores em uma faixa de hue e joga para outra faixa de hue. Mas isso é fazer merda com uma imagem, para que alguém quer fazer isso? Tirando a brincadeira de pegar uma calcinha que é azul e trocar por uma calcinha vermelha, não tem muita utilidade em rodar cores.

O interessante do HSV é que este modelo de cor pode ser usado para colorizar uma foto preto-e-branca. Isso porque a única informação que uma foto destas tem é o volume (V), então, se houver uma máscara contendo informações sobre cor e saturação (HS), é muito simples fazer uma montagem combinando V da foto preto-e-branca com HS da máscara, obtendo-se uma imagem bem melhor que a original.

Exemplo de colorização feita através do HSV. A colorização feita por outro método, baseado em RGB, é mais simples e dá um resultado melhor, ou seja, HSV não serve para porra nenhuma:

Ligações externas