Especismo

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar

O especismo é um termo que possui vários significados, podendo se referir tanto ao ato dos humanos considerarem os animais como sendo inferiores quanto o ato dos humanos de atacarem espécies não-humanas, tais como ocorre em filmes de extraterrestres e em jogos como Devil May Cry, Doom e God of War. Possui como apelido o termo "awtokismo": o ato de considerar outras espécies como um ser maligno, tais como que acontece com demônios, seres negativos, e com a tal teoria do anjocaidismo de Zecharia Sitchin. O termo também pode ser utilizado em referência a qualquer discriminação baseada no quesito espécie.

O termo especismo foi criado como forma de definir os direitos aos animais, e por muito tempo era desse jeito, até que recentemente, graças ao monteirismo e a William Ariel Mounter, este termo passou a designar todas as definições de especismo que vêm depois dessa de humanos contra animais. Define-se especismo basicamente como discriminação baseada em espécie. O termo é muito utilizado também para se referir a discriminação a seres não-humanos, como vemos em filme de extraterrestres, em jogos como citados anteriormente. Também vemos exemplos de especismo de não-humanos a humanos, como vemos em Star Trek com os Klingons e humanos.

O termo especismo faz parte do conjunto dos quatro cavaleiros da discriminação: racismo, xenofobia e sexismo, sendo o quarto termo deste conjunto. Os três primeiros são reconhecidos e são crimes, enquanto que o quarto é crime só quando trata de alguns animais, mas ainda não é crime quanto se trata de vida inteligente não-humana.

Atualmente, existe um debate bem grande sobre o que é e o que não é especismo, mas ainda assim a definição mais aceita na comunidade científica é do especismo sendo de humanos contra animais, enquanto que a definição mais popularmente aceita é a de uma espécie contra uma espécie.

O especismo também está, aos poucos, se tornando parte da política identitária, sendo um tema de discussão da pauta identitária.

O oposto de especismo é bioequalismo, uma teoria que defende que todas as formas de vida são iguais e que têm direito a vida e à cooperação. O termo também é utilizado para se referir à raça humana ser uma só, e também sendo um sinônimo de bioigualdade ou bioequidade.

O termo especismo também pode ser utilizado para a discriminação de espécies biológicas com espécies não-biológicas, como ocorre em filmes transumanistas como O Exterminador do Futuro e em jogos como Stellaris. Assim, ela é subclassificada como biofobia ou como organofobia. A frase mais comum de biofobia é "A carne é fraca e o metal é eterno" ou mesmo "a vida biológica é chata e a vida sintética / extrafísica é bem melhor".