Dâniel Fraga

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Dâniel Fraga
Dfraga.jpg
Nome completoDâniel Alves Fraga
ApelidosDeus Fraga, DanDan
Nascimento18/07/1976 (43 anos)
OcupaçãoAnalista de sistemas
Trader de Bitcoin
Vlogger (antigamente)
Logo do YouTube transparente.png CanalDanielFragaBR
Logo do YouTube transparente.png Nº de inscritos114.000 (atual)
70.000 (pico quando era ativo)
Residência???
Conhecido(a) por- Opiniões polêmicas
- Enfrentar o Estado
- Fundar o movimento ancap no Brasil

Dâniel Alves Fraga é um ex-youtuber brasileiro que fazia vídeos sobre política e religião. Uma das figuras mais admiradas e controversas da Internet, foi o primeiro brasileiro a se declarar anarcocapitalista, ainda em 2012, e trouxe um grande número de seguidores à ideologia, influenciando um movimento que se desenvolveria posteriormente.

Seus vídeos foram censurados diversas vezes e já irritaram políticos, agentes da Receita Federal e juízes, além de levar dois policiais civis à sua porta. Um defensor ferrenho da liberdade de expressão, Dâniel nunca cumpriu com as exigências autoritárias que lhe foram impostas e, ao invés de deletar seu conteúdo, incentivava seus inscritos a salvar seus vídeos e replicá-los ao máximo.

Seus feitos o tornaram uma lenda do cenário libertário. Mesmo os libertários mais fervorosos não teriam coragem de enfrentar as autoridades como ele fez.

Desde 2017, sumiu da Internet. Muito se especula sobre seu paradeiro.

Jornada[editar]

Primeiros anos[editar]

Dâniel em seu primeiro vídeo, outubro de 2007.

Dâniel (sim, o nome dele tem um acento que é sempre ignorado) comentava em posts aqui e acolá desde os anos 90. Há, inclusive, um comentário dele de 2005 no Orkut atacando o porte de armas e outras pautas liberais, o que mostra que ele mudou bastante sua opinião desde então. Ele iniciou um canal chamado "dfraga" em 2007, mas ficou realmente conhecido pelo seu canal posterior que criou em 2010. No começo fazia vídeos reclamando de buracos na rua e outras porcarias que ele encontrava, achando que a prefeitura de São Paulo (ou pior ainda: o próprio prefeito Kassab) iria fazer alguma coisa, uma ilusão que ele teria vergonha depois. Também filmava pássaros, incentivava as pessoas a comerem maçã e outras coisas aleatórias.

Época das polêmicas[editar]

Dâniel após dar um banho em sua cadela

A certo ponto, ele começou a fazer vlogs falando de religião e política. À época era um típico "ateu toddynho" e opositor do Lula (coisa que nos dias de hoje alguns veriam como uma contradição, já que antipetistas costumam ser religiosos). Dâniel sempre foi irreverente tanto à religião como a políticos, mantendo um tom fortemente crítico e negativo. Nas eleições de 2010, foi contra votar na Dilma ou no Serra, escolhendo a Marina Silva como sua candidata (mesmo reconhecendo que ela era evangélica, sendo que ele normalmente evitava religiosos). Ele também criticava os que votavam nulo, pois segundo ele estariam "anulando sua existência", e os que queriam votar na Marina mas "votavam no Serra para a Dilma não ganhar". Com a vitória de Dilma, ele previu (corretamente) que a bomba econômica que Lula construiu estouraria no governo dela, o que lhe conferiria a culpa e faria os petistas pedirem a volta de Lula.

A partir de 2011, além de continuar expressando seu ateísmo, passou a criticar vários políticos específicos, entre eles um imbecil chamado Marcelo Matheus (MM), o qual Dâniel suspeitou (também corretamente) que se candidataria a vereador de Campinas nas eleições municipais de 2012. Durante uma entrevista comandada pelo DJ Nigrin numa webrádio qualquer, MM só ficou atacando Dâniel e gritando como um retardado, além de evadir a pergunta dele sobre a candidatura.

Anarcocapitalismo[editar]

A partir de 2012, anarcocapitalismo se tornou um assunto corriqueiro em seu canal. Começou a falar bastante sobre como o mercado é mais eficiente que o Estado, como funcionaria uma sociedade sem Estado, além incentivar o uso de Bitcoin, à época uma novidade que muitos duvidavam. Um dos críticos dos vídeos dele sobre Bitcoin, que posteriormente admitiu seu erro, foi Izzy Nobre. Dâniel também fez um vídeo (que depois deletou) indo numa manifestação do partido Liber e conversando com pessoas por lá.

Nessa época, vários de seus vídeos começaram a chamar atenção de autoridades estatais.

Em agosto de 2012, ele fez um vídeo criticando Alexandre Branco (PSDB), um candidato à prefeitura de São José dos Campos que tentou usar o poder estatal para censurar um post sobre ele no Facebook.[1] Em julho de 2013, o juiz local Luiz Guilherme Cursino de Moura Santos processou Dâniel pelo vídeo, exigindo que fosse removido e ameaçando impor uma multa de "40 salários mínimos" (R$27.120, já que o salário mínimo na época era R$678).[2] Em setembro, o juiz desistiu do processo pela pressão de Dâniel e seus seguidores.[3]

Em 24 de março de 2011, o vlogueiro Ricardo Gama havia sofrido uma tentativa de assassinato, tomando três tiros.[4] Em maio de 2012, a deputada estadual fluminense Cidinha Campos (PDT), durante um pronunciamento, criticou Ricardo e uso da internet na política.[5] Ricardo fez um vídeo respondendo Cidinha, mas a deputada logo acionou a justiça e tirou o vídeo dele do ar. Em 5 de junho, Dâniel fez um vídeo criticando esse autoritarismo de Cidinha. Ela então o processou no mesmo mês.[6]

Em decorrência do caso, o juiz Josimar de Miranda Andrade, em maio de 2015, multou Dâniel em 1 milhão de reais e ainda o ameaçou de prisão.[7] Dâniel não obedeceu nenhuma exigência e ainda expôs e criticou o juiz em questão.[8] Nessa época ele se mostrava ainda mais libertário. Já nas eleições de 2014, ele se recusava a falar de política. Ele dizia que políticos não passavam de "gente bonitinha que você viu na TV". Enquanto todo mundo estava falando de candidatos pra lá e pra cá, os vídeos dele eram sobre assuntos totalmente diferentes.

Dâniel em sua última aparição em vídeo conhecida, novembro de 2015.

Em setembro de 2015, Dâniel anunciou o fim de seu canal. Motivo? Ele decidiu desativar seu Patreon porque o governo americano começou a cobrar impostos da plataforma, de modo que parte das doações seriam pagas direto ao governo. Ele postou mais dois vídeos denunciando atitudes de má fé do banco Itaú e depois abandonou o canal de vez. Ele continuou falando em seu Twitter e Facebook até a metade de 2016, mas depois sumiu de lá também. Nesse tempo todo, ninguém sabia onde ele estava e o que fazia. Surgiram rumores de que ele havia se mudado para o interior de São Paulo.

Em março de 2017, um ano sem dar as caras, Dâniel retornou das cinzas, postando em seu canal uma fodendo filmagem de uma luz no céu noturno que ele afirma que pode ser um OVNI. O vídeo teria sido gravado em Ribeirão Preto um mês antes de ser postado. Muitos brincaram que ele teria sido abduzido pelos OVNIs em questão. Mas ele não comentou nada e desde então sumiu da Internet. Izzy Nobre recentemente fez um vídeo sobre o Dâniel Fraga com esses mesmos questionamentos.[9]

Galeria[editar]

Ver também[editar]

Referências[editar]


Logo of YouTube (2015-2017).svg
Dâniel Fraga faz parte de nossa série sobre YouTube

YouTubers BR YouTubers gringos Memes Tubos Ver também

{{{c6}}}
{{{c7}}}
{{{c8}}}
ver fechar