Crippleware

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Crippleware é uma versão de um software de computador que tem um bug proposital. Ou seja, é coisa de filho da puta, o análogo em informática da castração praticada até pouco tempo atrás na China e no Oriente Médio ou à mutilação genital ainda praticada em vários países islâmicos.

Um exemplo de crippleware é o Windows OEM, que vem quando vocẽ compra um computador com Windows legítimo. Este crippleware só funciona enquanto determinada peça do hardware funcionar e, no momento que você troca o hardware, o windows para de funcionar.

Outros exemplos bem escrotos de crippleware são editores de texto ou imagens, ou jogos de computador, que não permitam que você salve o trabalho feito.

O conceito de crippleware é tão disseminado, que vários produtos são crippleware e não se assumem. Por exemplo, aparelhos que tocam DVD vêm com um defeito de fábrica, que é não tocar DVDs que sejam de outras áreas. Assim, se eu compro um DVD player na Ásia, não consigo ver o filme Tropa de Elite comprado em uma loja brasileira (no caso, o crippleware é duplo, pois um DVD player pirata roda tudo e um filme pirata roda em qualquer lugar).

Outra forma maligna de crippleware é embutir no programa um tal de digital rights management, que obriga o usuário a acessar a Internet e se expor a vírus de computador para jogar jogos legitimamente comprados.

Uma solução para se previnir de cripplewares é pesquisar, antes de comprar qualquer produto, se ele é crippleware ou não. Se existe uma versão legal que não seja, é prudente comprar esta versão, mesmo pagando mais caro, pois evita problemas futuros. Se não existe, é mais ético comprar um software pirata em que o bug tenha sido corrigido do que pagar por um produto com defeito - afinal, não alimentar os trolls (no caso, os filhos da puta que incluem bugs nos programas) é um princípio moral superior a qualquer pudor que você possa ter com relação à pirataria.