Anime

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Anime (às vezes chamado de animu ou japanimação) é a desculpa pobre dada aos japoneses para um gênero de animação. Os animes contém vários elementos bizarros, pois atraem o pior tipo de escória existente no mundo, como basement-dwellers, perdedores solitários, virgens pedófilos, pessoas que se masturbam para desenho pelado, gordos autistas e você (sem falar dos vários posers).

99% dos animes são baseados em mangás ou mango (pronuncia-se "man-gay"), que é o nome dado aos quadrinhos japoneses. O diálogo de mangás são tão interessantes que você vai ficar mais culto lendo até a Turma da Mônica (vejam como eu nunca li um mangá na vida e tenho toda a credibilidade para falar sobre o assunto).

Animes podem ter o formato de série de televisão, que são os animes TL;DW que nunca terminam e são acompanhados apenas por fãs neuróticos, OVA (sigla para original video animation, do not steal), que são animes curtos e sem graça, e filmes (quer dizer, isso se der para chamar isso de filme), que são duas horas da mesma repetição de clichês entediantes.

História

Típica cena de um anime recomendado para todas as idades.

O resto do mundo exagera em tudo com o Japão, assim como o termo otaku, que se refere à qualquer tipo de vício (até as drogas), anime se referia à qualquer desenho mal feito em Flash que existisse, até as merdas do Maurício Ricardo, mas então, algum babaca decidiu que qualquer traço que se mexa feita por japonês deveria se chamar "anime" e não desenho, eis que surge essa merda. Mas claro que para os adultos tudo é a mesma merda, Naruto, Bob Esponja para eles não veem diferença nenhuma, o teu filho de enche para ver de qualquer maneira mesmo.

Depois de algum tempo, os Estados Unidos ficaram com inveja do Japão por eles serem mais fodões em algo do que eles (na questão de anime e mangá), então os Estados Unidos começaram à fazer seus próprios animes, todos um fail facepalm, o único anime que pode ser considerado "bom" é o Avatar: A Lenda de Aang, onde pelo menos não cita McDonald's ou Coca-Cola em todos os episódios. O engraçado é que é impossível para os Estados Unidos superarem o Japão na questão de anime e mangá porque animes e mangás só podem ser feitos por japoneses.

Características

Típico personagem masculino de anime.
Típica personagem feminina de anime.
Um painel de mangá.

Há várias características que definem um anime. A maioria dos animes possuem o mesmo fodendo traço, alguns weeaboos tentam explicar que existe uma diferença no traço de um anime para outro, mas não, é tudo a mesma merda, um copicola, lidem com isto, se é um pouco diferente em um ou outro anime é porque o autor não conseguiu fazer um copicola perfeito. A animação dos animes é bastante elogiada por retardados, sendo que a animação é uma merda, se não os personagens não iriam ficar 20 minutos parados enquanto apenas sua boca se movimenta. Além de todos os animes serem desenhados da mesma fodendo maneira, todos eles possuem a mesma forma de roteiro, personagens, situações, etc. É o que chamamos de "clichês de animes", que é algo que está presente na maioria dos animes.

Personagens

A parte mais importante de um anime são os personagens, existem vários tipos de personagens... Não, são quase todos iguais. Assim como os japoneses, os personagens de animes são todos iguais em aparências, mas, para o público poder entender a trama, eles mudam a cor dos olhos, a cor do cabelo e o formato do cabelo.

  • Protagonista: É aquele personagem que vive querendo ser o centro das atenções, e o pior é que ele consegue, pois por ser o principal, ele é a causa de todo o problema que envolve a trama do anime inteiro, e no final, ele é quem resolve Às vezes, tem a ajuda de outros personagens, mas poucos, e mesmo causando o problema, ele é aplaudido e reconhecido como um "herói" por ter resolvido algo que ele mesmo causou.
  • Antagonista: É aquele que nunca desiste do protagonista e sempre fica ao seu lado, talvez role uma briga ou outra, mas no final, eles são mais amigos do que nunca. Em animes shōnen, o antagonista nunca é uma mulher.
  • Mulher/menina/garota: Estas personagens só servem para dar aquele ar de putaria que todo anime tem e fazer algum cena que contenha algum tipo de sacanagem. Elas normalmente são colegiais que usam minissaias, já que em animes uniforme de garota que não seja minissaia é proibido. As garotas sempre tem peitos grandes porque em animes é proibido garotas de peitos pequenos (isso quase prova que os animes na verdade são um sonho imaginário que os mangakas tem). Os autores de animes sempre procuram fazer as personagens serem perfeitas, não só em aparência mas também em caráter, colocando várias garotas com várias personalidades perfeitas para agradar todos os tipos de weeaboos e para converter pessoas normais a weeaboos também.
  • Aquela minoria da qual ninguém se importa: Quase nunca aparecem, e quando aparecem, são figurantes.

Gêneros

  • Shōnen: é anime feito para garotos, ou seja, é machista. É composto por brigas sem motivo ou por motivos idiotas, e as garotas nestes tipos de anime não servem pra nada, só para alvo de punhetas. Até pode rolar um romance, mas no final, ninguém pega ninguém.
  • Shōjo: anime feito para garotas, mas é mais assistido por pedófilos. É composto por coisas coloridas e protagonistas garotas que são mais fortes que os garotos, mas continuam sendo meigas e fofas. Toda a trama em animes shōjo é composta por muito sentimentalismo e no final de todo o episódio existe uma moral muito idiota, com isso, eles querem insinuar que as garotas da vida real são idiotas, se isso é feito para garotas. Oh, quase me esqueci do romance, em animes shōjo, as garotas são fortes e independentes, não precisam de homens. Os animes shōjo ficaram tão populares que foram divididos em subgêneros:
    • Mahō shōjo: anime com garotas mágicas, ou seja, que fazem magia na cama.
    • Bishōjo: não é bem anime, é só mais um daqueles termos que não querem dizer bosta nenhuma, aqui é retratado aquelas gostosas com carinha inocente das quais você sempre quis estuprar.
  • Kodomo: animes para crianças. Mesmo não tendo histórias complexas, a Wikipédia afirma que causou controvérsia.
  • Hentai: ver hentai.
  • Ecchi: Censurado nas partes principais e focado na área sensual ele parece o programa do Panico na band em forma de anime .
  • Yuri: anime com garotas lésbicas
  • Yaoi: anime com garotos gays

Ver também


Azumanga osaka fgsfds.jpg
Tópicos relacionados a anime e o Japão

Anime e mangá Japão Gêneros Sites Outros


Raised by media.jpg
Tópicos relacionados a televisão e cinema

Filmes Séries Programas brasileiros Cartoons Pessoas Emissoras Sites Outros