Amino

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Típica comunidade do Amino

Amino é uma rede social homossexual em forma de aplicativo de celular criada em 2014 por dois gays: o viado Benjamin Anderson e o viado amarelo pau pequeno Yin Wang.

O aplicativo do Amino permite que você entre em diversas comunidades do seu interesse em que você pode publicar qualquer coisa relacionada à comunidade e ao assunto da comunidade, desde quizzes, blogs, enquetes, chats e mais.

História[editar]

Início[editar]

Quando os dois viados estavam em uma convenção de anime em 2012, eles tiveram a brilhante ideia de criar duas redes sociais aonde se falasse de K-pop e fotografia, permitindo que os fãs desses assuntos conversassem livremente.

Criação[editar]

Amino

Em 2014, o Amino foi oficialmente lançado e os dois antigos aplicativos viraram uma comunidade do Amino. Em julho de 2014, Anderson e Wang lançaram a empresa-mãe da Amino Apps, Narvii, e receberam US$ 1,7 milhão em financiamento inicial.

Comunidades e polêmicas[editar]

Comunidades de countryballs[editar]

Em 2019, o Amino foi considerado Nutella por colocar coisas como figurinhas, doações para chats e pingar os nomes com arroba. Isso deixou muitos membros putos por ficar considerado gay. Na comunidade Polandball World, o líder supremo Suni e o pior membro de todos, o Sampa, ficaram putos e falaram para todos os membros mandarem e-mails para o Time Amino tomar no cu. A comunidade teve, consequentemente, o número de membros congelado. Em 2020, a Polandball World foi tomada por um raider neonazista chamado DWÆY, que trocou o tema da comunidade de Polandball pra nazismo e satanismo, além de algumas outras coisas como gore, pedofilia e rule 34 de Youjo SenkiWikipedia's W.svg.

Muitos membros da Polandball & History (PHB), incluindo 1ball, supremo líder da rebelião antiDWÆY, Fin e Matheus Antifacho, denunciaram em uma comunidade oficial do Time Amino chamada Rainbow Support que fizeram um post denunciando o DWÆY e o morphine Hiro. DWÆY também arranjou treta com a Gemkin & Art e a Sonic Amino. No mesmo ano, a maior comunidade de Countryballs do Brasil, a ×CB× (×Countryballs×), quase morreu.

O Sampa fez um conceito chamado "A mão invisível da staff", inspirado no Adam Smith, onde a staff não fazia porra praticamente nenhuma na comunidade e os membros faziam o próprio RPG sozinho. Claro que ele não criou isso, mas foi o primeiro a dar um nome bonito para isso. Hoje em dia ela consegue andar e tem pernas, o suficiente para bater de frente com a maior comunidade de Countryballs do momento, a PBH.

Alguns dias depois que o Che, um fascista que é agente, sofreu um ataque pesado organizado pelo ex-agente democrático chamado de Taka, o Sampa percebeu uma nova oportunidade de chegar ao poder (pois durante sua trajetória ele sempre tentou ser alguém da staff de uma comunidade) e se posicionou contra o Che, fazendo assim diversos outros novatos imbecis que seguiam o modelo de Novatismo aplicado pela mão invisível da staff se posicionarem contra o Che. Dois dias depois, o Partido do Taka acabou e ele foi ban, dando a vitória pro Che.

Alguns dias antes, a PHB tinha quase morrido por causa do Fin que, assustado com a situação, deu o cargo para o Ximba, que por sua vez deu para algum outro filho da puta até o cargo chegar nas mãos do Poderoso Kopen. Então ele teve que fugir e fugiu para Countryballs Space [PT-BR], onde aderiu a um novo nome: Novz.

Sampa, sendo fracassado, tentou chegar ao poder e pegou curador. Uma hora depois, Nacho viu que a staff estava grande demais e tirou o Sampa do cargo. Além da staff estar grande, ele queria diminuir o irrealismo da comunidade. Três dias depois, a comunidade se autorregulou, uma característica da mão invisível da staff. Em seguida, o irrealismo, que estava no nível 8, caiu para o nível 4, pois Kapo, Ximba e outros membros famosos da PBH fizeram uma imigração em decorrência da divulgação da comunidade que o Sampa fez, pois ele é um membro exemplar, apesar de irritante e ficar se achando.

Como Nacho sofreu muita pressão após banir Kratos e outros membros ligados à criação de uma escola que consistia em ensinar novatos a jogarem, ele deletou a comunidade. Após isso, Yanke e Kratos criaram outras em que havia o Artosh, Kapo, Vinx e mais alguns merdas. Sampa foi obrigado a estudar pela sua mãe e deletou o Amino, porém ele ainda irá voltar com a identidade de outro membro famoso que parou de jogar, assim criando seu Reich que tanto sonha.

World At War, xingado por Sampa, xingado por ×CB×. Sampa fechado com seu parceiro de negócio, cujo seu nome não é revelado por motivos simples que não podem ser explicados nem mesmo pela Elite Intelectual™, decidiu odiar-los. Felizmente, Sampa sendo um Filho da Puta, decidiu voltar pra WAW, com intuito de jogar RPG denovo, dessa vez, Sampa irá se redimir e irá provar que macaquisse é o caralho. Ou seja, Sampa, durante a quarentena, quer jogar denovo RPG e ele decidiu que a WAW não é tóxica e abriu relações com todas as comunidade que odiava antes, ou seja, mesmo xingando outras pessoas que o odeiam, ele irá se tornar legal. Ou seja, Sampa agora apoia o anti-unionismo.

A ×CB×, teve seu império que durou anos, porém foi dominada pelo General Merun, onde dominou a conunidade, National ficou feliz, e declarou mais uma vitória a WAW. Heil WAW!

Taka, conhecido também como Naka ou Nuka, recuperou a ×CB× através de um golpe de estado, onde a WAW foi expulsa. Tchê, visto isso usou seus métodos phishing para recuperar a comunidade, porém não obteve sucesso. Portanto, ele tinha outras coisas em mente como por exemplo, melhorar a imagem da WAW, porém, para isso ele pediu pro Sampa apagar as coisas que ele coloca da WAW na Wikinet, ele concordou com isso, porém ele pouco se fudeu e escreveu mais coisa neste artigo. A WAW continua sendo uma ditadura controlado pela Elite Intelectual do Império da WAW, e gerenciada pelo Tchê. Heil WAW!

Discursos de Players[editar]

Sampa uma vez disse em um dia cujo ele não gostaria de falar, porém seu parceiro de negócios sabe exatamente quando aconteceu, afirmou que, pede desculpas pra porra da WAW, ele mudou a opinião dele, o seu parceiro de negócio influênciou ele a parar de fazer macaquisse, ele parou simplesmente. Confira o discurso: - Vai se fuder Palau, a WAW não é nazista e tóxica, talvez eram, mas eram vem de ser e está no predicado do passado ou seja, mesmo não sendo, respeito sua opinião, eles podem ter sido tóxicos, porém eles não são mais.

Discurso da vitória de National: - Os XCBX'S existem especialmente para a submissão dos colonizadores da waw. Não é preciso pensar em melhorias para eles. Cumpre manter, na XCBX, um padrão de vida baixo, não se permitindo que suba. Os XCBX são desobedientes e burros e é necessário usar a força para obrigá-los a Obedecer. Devemos utilizar-nos da Comunidade Horrenda (da XCBX) simplesmente como fonte de membros. Poder-se-ia conseguir ali, todos os dias, os membros de que o Império (WAW) possa necessitar. Quanto aos Jogadores experientes da XCBX, (...) eles pregarão o que mandarmos. Se qualquer Membro Experiente agir diferentemente, daremos cabo dele. Sua tarefa é manter os XCBX tranquilos, broncos e fracos de espírito. Indispensável ter em mente que a pequena antiga staff deve cessar de existir; por mais cruel que isso possa ser, ela deve ser exterminada onde quer que se encontre (...). Deve haver apenas um senhor para os XCBX: o Wawista. Dois senhores, lado a lado, não podem e não devem existir.  Todos os representantes da Antiga staff da XCBX, portanto, têm de ser exterminados. Isso parece crueldade, mas é a lei do amino

Comunidades merdas[editar]

A World at War (WAW), também conhecida por World of National, é uma comunidade da merda do Amino criada em 2020 por uma criança chamada James. É comandada quase em todo seu conjunto pelo National, uma criancinha mimada que também é conhecida por Tchê ou "Che Reverso". Os membros da WAW são crianças, assim como seu líderes que são viciados em patos. Eles ficam fingindo ser patos no chat off e isso so torna mais imbecis.

Os sistemas da WAW são inteiramente copiados da comunidade The Other History RPG, já que seus líderes são burros e não conseguem criar um simples sistema de um aplicativo bosta.

Os membros dessa suruba não respeitam nem os membros e não têm capacidade para seguirem uma simples ordem.

Quando a WAW estava prestes a morrer, o Sampa tentava entrar na modinha do Unionismo ou Unismo, que se baseava em unir todas as comunidades de geopolítica do Amino em uma só, então ele fez um pacto com a Merun para derrubar a WAW e trazer todos os membros para uma nova comunidade que seria criada, batizada de Countryballs Kingdom, que iria ser feita pelos moradores do Reino da CBA. No entanto, quando Merun conseguiu pegar o Agente, baniu o Sampa e outros membros relacionados à criação da CBK e traiu o Sampa para, assim, ter a sua comunidade de merda com burocracia pra porra. Atualmente ela segue sendo uma merda.

A waw também é âmbito de crianças por isso ela é conhecida por orfanato do amino aonde só tem crianças retardadas, até a waw não mudar isso continuaremos com nosso embargo

Também existe a pior comunidade de countryhumans. Nela o líder se chama @here e nós temos todos os dados dele, incluindo família etc. O link é o mesmo do começo do texto.

Outras comunidades merdas:

  • Sonic Amino
  • Gemkin & Art
  • Undertale Amino
  • FNAF Amino

Melhores comunidades[editar]

Em primeiro lugar, está a ×Countryballs×, a maior comunidade de geopolítica do Brasil.

Em segundo lugar está a Countryballs Amino, a comunidade mais antiga que ainda tem uma sociedade por trás dela.

Em terceiro está a Pokémon +18, focada em Pokémon e Websexo.

Ver também[editar]

Ambox plus.png Este artigo precisa de mais gay porn
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais gay porn.