Adriel Luiz de Farias Santos

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
Adriel Luiz de Farias Santos
Meinkampft.jpg
Adriel segurando o Mein Kampf: Parte 1, que ganhou de presente de um amigo.
Nome realAdriel Luiz de Farias Santos
ApelidosBolinha do furto
Nascimento10/06/1997 (23 anos)
OcupaçãoPerder tempo com ideologias fúteis
ResidênciaAracaju - SE
Conhecido(a) porSer Neonazista e participar de grupos Panelinhas de WhatsApp
Outros linksInstagram Facebook 1 Facebook 2 Soundcloud

Adriel Luiz de Farias Santos é um nazipardo de Aracaju, de extrema-direita e defensor do Bolsonaro. Em uma de suas jorgices, pichou símbolos de supremacia branca em muros da cidade. Além de ser uma pessoa totalmente tóxica, ele ainda tem a audácia de achar que a pandemia do COVID-19 não passa de uma mentira; COVID-19 para o Adriel nunca existiu. Ele também diz que odeia mulheres, se referindo a elas como "depósitos", e tem uma tatuagem no braço escrito me ne frego, que é um lema fascista italiano cujo significado pode ser traduzido como "pouco me importa".
Adriel não acredita em vacina, segundo ele vacina é apenas uma droga que não faz efeito comprado pelo governo apenas para desperdiçar dinheiro e brincar com a população. Adriel se refere a pandemia de covid-19 como uma “Fraudemia”. Ele também nega que houve ditadura militar no brasil, segundo Adriel o período militar não perseguiu comunistas. Ele atualmente trabalha com o pai, José Copertino, e o ajuda fazendo frete de pequenas mudanças cujo atende pelo nome Rei do Frete [1].

Biografia

Adriel ao decorrer da sua vida consegui-o atrair vários problemas, um deles foi uma tentativa de homicídio na UFS (Universidade Federal de Sergipe) cujo não consegui-o obter seu êxito, a vítima foi Carlos Alberto Oliveira um estudante cursando mestrado de psicologia, depois do ocorrido Adriel sofreu processos judiciais [2], e foi emitido um mandato de busca e apreensão de equipamentos já que também estava compartilhando e divulgando conteúdos envolvendo nazismo no VK.
Como se não bastasse enviou um Áudio[3] em um grupo de panelinhas menosprezando LGBTS, chamando de escória e diversos outros xingamentos e afirma com seus próprios pensamentos que a bissexualidade não existe. Também diz que é cristão e que vai pra missa na igreja, mas não passa de um herege, em 2020 e provavelmente até hoje, o plano de fundo do whatsapp de adriel era uma foto com o lema nobody lives matter (Nenhuma vida importa). Também já disse que é a favor da eutanasia, apesar de um principio básico do cristianismo ser a preservação da vida.
Adriel também faz uso de um medicamento tarja preta chamado Alprazolam (mais conhecido como Xanax) , devido aos seus problemas psicológicos. Adriel tem depressão e pensamentos suicidas. Adriel também já incentivou o suicídio de pessoas depressivas e LGBT em grupos do whatsapp. Ele Também se relacionou com uma Trap chamada Brenda Horncohen na qual fez varias edições no dia do aniversario dele, enviando vídeos de "feliz aniversário" por 24 horas. Ainda consegue acha graça atrelar grupos de WhatsApp floodando enviando Scats sem parar, ate ser banido por algum adm.

Acontecimentos

Foi doxxado pelo Unikami tendo pego seus dados e divulgado em grupos de paneleiros.


Áudio

  • Áudio do Adriel se referindo aos LGBTS
Cara viado é lixo do lixo cara, é a escória, não existe viado conservador e não existe respeito para gays, viado se responde na porrada...

—Resposta do áudio segundo neo-nazista.

Galeria

Memes

Dados

  • Número: +55 79 9953-0790

Ver também

Salsa