Aborto

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox plus.png Este artigo precisa de mais imagens, GIFs e vídeos completamente desgostantes de abortos postos em prática
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais imagens, GIFs e vídeos completamente desgostantes de abortos postos em prática.
Uma representação precisa do aborto
Esta não vai precisar abortar
Bora mata todo mundo!

Aborto é o ato lulzy de quebrar um feto em vários pedaços dentro da barriga da mãe para prevenir que o desgraçadinho sobreviva para sujar as fraldas e chorar porque não ganhou o mais novo console PlayStation. A questão do aborto é um dos assuntos mais polêmicos da atualidade e é um divisor de opiniões, sendo que todos têm alguma merda para falar sobre o assunto, vomitando argumentos burros e falaciosos. Normalmente, a sonserina é contra o aborto porque consideram isso um assassinato, e a grifinória é a favor da legalização do aborto porque creem que a depósito de porra deve ter autoridade sobre seu próprio corpo.[1]

Como um procedimento clínico, o aborto é 14 vezes mais seguro do que o parto normal,[2] sendo que a mãe sofre bem menos riscos se optar por abortar. Só que a realidade do aborto é que, como ele é ilegal na Macacolândia, não há estrutura para se realizar de maneira segura, sendo feito em clínicas clandestinas com péssimas condições de estrutura e equipamentos e com médicos desqualificados,[3] o que resulta em uma alta quantidade de depósitos morrendo porque ligaram o FUCK THE POLICE e optaram por abortar com o mesmo provedor de maconha delas.[4] Estudos comprovam que a legislação acerca do aborto não tem influência sobre a decisão da mãe abortar ou não,[5] e um dos argumentos preferidos da grifinória é o de que a legalização do aborto iria diminuir a taxa de mortalidade de depósitos - como se alguém se importasse com a vida de algumas vagabundas.[6]

Desenhista que Pensa[editar]

Aborto acabou virando um meme no Caralivro devido à forçação pró-vida do Pesenhista, que produziu mais de 8000 tirinhas antiaborto absolutamente cringe (exemplo ao lado). A dramatização forçada, falha e simplista da situação que uma depósito passa ao considerar o aborto é tão ruim que conseguiu tornar o tópico do aborto em motivo de ridicularização, fazendo com que muitas pessoas que estivessem em cima do muro passassem a apoiar o aborto porque, porra, nem as feminazis são tão retardadas quanto este cara.[7]

O meme do aborto levou à criação de várias tirinhas parodiando o assunto e introduziu o personagem Fetinho, que é a personificação do feto que é abortado.

Ver também[editar]

Referências

  1. Também porque as feminazis querem poder foder à vontade sem gastar com pílula.
  2. https://insights.ovid.com/article/00006250-201202000-00003
  3. Pensando bem, não é tão diferente do SUS.
  4. http://www.cofen.gov.br/uma-mulher-morre-a-cada-2-dias-por-causa-do-aborto-inseguro-diz-ministerio-da-saude_64714.html
  5. https://web.archive.org/web/20110716212405/http://www.sogc.org/jogc/abstracts/full/200912_WomensHealth_1.pdf
  6. Inclusive, no artigo da Wikipédia em inglês, há uma passagem que diz "Making safe abortion legal and accessible reduces maternal deaths", bastante parcial.
  7. Mentira, são sim.