Mudanças entre as edições de "Alicia Esteve Head"

De Wikinet
Ir para navegação Ir para pesquisar
(publish.)
 
m
 
(6 revisões intermediárias por 2 usuários não estão sendo mostradas)
Linha 1: Linha 1:
  +
[[Arquivo:Tania Head.jpg|300px|right]]
'''Alicia Esteve Head''', anteriormente conhecida como '''Tania Head''' (Barcelona, Espanha, 31 de julho de 1973) é uma farsante espanhola que ganhou atenção internacional em 2007, quando a sua história de que teria sobrevivido aos ataques de 11 de setembro de 2001 no World Trade Center se dizendo ser Tania Head e americana por dois anos eram falsos.
+
'''Alicia Esteve Head''' (Barcelona, Espanha, 31 de julho de 1973) é uma farsante espanhola que ganhou atenção internacional em 2007, quando a sua história contada desde 2005 de que era uma americana chamada '''Tania Head''' e teria sobrevivido aos ataques do [[11 de setembro]] foi comprovada como falsa.
   
Em 2007, os jornalistas do jornal The New York Times decidiram pesquisar mais o passado da então Tania Head por ser mais relevante dos sobreviventes, mas ao investigarem notaram as incoerências na sua história universitária que alegava tê-la frequentado, eles decidiram investigar e descobriram toda a farsa da história, decidindo publicar a matéria para expor a farsante ao público.
+
Em 2007, os jornalistas do ''{{w|The New York Times}}'' decidiram pesquisar mais o passado da então Tania Head, por ela ser a mais relevante dos sobreviventes. Ao investigarem, eles notaram incoerências na sua história universitária: duas universidades alegaram aos jornalistas nunca ter tido esse nome nos seus registros. Decidiram então investigar toda a história dela e descobriram ainda mais incoerências: o suposto namorado que ela teria perdido no atentado nunca esteve com ela (de acordo com os familiares e amigos mais próximos), a empresa em que ela alegava ter trabalhado não tinha o nome dela nos registros, e o mais importante: ela não estava em Nova Iorque no dia dos atentados.
   
Logo após a publicação ter ganhado atenção internacional, o jornal espanhol La Vanguardia publicou que Tania Head se chama na verdade Alicia Esteve Head, não nasceu nos Estados Unidos e sim na Espanha na cidade de Barcelona.
+
Após descobrirem a farsa, os jornalistas decidiram publicar uma matéria expondo a impostora ao ridículo. A publicação ganhou atenção internacional e o jornal espanhol ''{{w|La Vanguardia}}'' publicou que Tania Head se chamava na verdade Alicia Esteve Head e não nasceu nos Estados Unidos, mas sim em Barcelona, na Espanha.
   
Após ser desmascarada, ela nunca fez aparição pública e nem à imprensa pra desmentir ou confirmar as acusações, o que fez ela cair em desgraça pública e deixar os Estados Unidos e voltar pra Espanha. Atualmente vive escondida do público, bem diferente quando usava o nome e a história falsas.
+
Após ser desmascarada e ser alvo de repúdio dos americanos, não fez mais aparições públicas nem deu entrevistas desmentindo ou confirmando as acusações, além de ser obrigada a deixar os Estados Unidos e voltar para a Espanha. Desde então, ela passou a viver escondida do público.
   
  +
==Links externos==
fontes:
 
  +
* {{nw|Tania Head}}
*https://pt.wikipedia.org/wiki/Tania_Head
 
  +
*https://en.wikipedia.org/wiki/Alicia_Esteve_Head
 
  +
[[Categoria:Sexo feminino]]
*https://es.wikipedia.org/wiki/Tania_Head
 
  +
[[Categoria:Espanhóis]]
  +
[[Categoria:Gordos]]
  +
[[Categoria:!Nascidos em 1973]]

Edição atual tal como às 20h34min de 13 de janeiro de 2021

Tania Head.jpg

Alicia Esteve Head (Barcelona, Espanha, 31 de julho de 1973) é uma farsante espanhola que ganhou atenção internacional em 2007, quando a sua história contada desde 2005 de que era uma americana chamada Tania Head e teria sobrevivido aos ataques do 11 de setembro foi comprovada como falsa.

Em 2007, os jornalistas do The New York TimesWikipedia's W.svg decidiram pesquisar mais o passado da então Tania Head, por ela ser a mais relevante dos sobreviventes. Ao investigarem, eles notaram incoerências na sua história universitária: duas universidades alegaram aos jornalistas nunca ter tido esse nome nos seus registros. Decidiram então investigar toda a história dela e descobriram ainda mais incoerências: o suposto namorado que ela teria perdido no atentado nunca esteve com ela (de acordo com os familiares e amigos mais próximos), a empresa em que ela alegava ter trabalhado não tinha o nome dela nos registros, e o mais importante: ela não estava em Nova Iorque no dia dos atentados.

Após descobrirem a farsa, os jornalistas decidiram publicar uma matéria expondo a impostora ao ridículo. A publicação ganhou atenção internacional e o jornal espanhol La VanguardiaWikipedia's W.svg publicou que Tania Head se chamava na verdade Alicia Esteve Head e não nasceu nos Estados Unidos, mas sim em Barcelona, na Espanha.

Após ser desmascarada e ser alvo de repúdio dos americanos, não fez mais aparições públicas nem deu entrevistas desmentindo ou confirmando as acusações, além de ser obrigada a deixar os Estados Unidos e voltar para a Espanha. Desde então, ela passou a viver escondida do público.

Links externos[editar]